Blog do Fábio
Cães

Yan Carlo traz em suas lives, instruções e dicas caninas

"A vontade de melhorar a qualidade de vida de seus cães, é o que tenho observado em nossos participantes", diz Yan


Yan Carlo: Mentor Canino despontando no mercado piauiense

Yan Carlo: Mentor Canino despontando no mercado piauiense Foto:

ENTREVISTA/ Mentor Canino YAN CARLO

FÁBIO: Yan Carlo fale um pouco de sua decisão em ter entrado na área de educação canina. 

YAN: Apesar de minha pouca idade e pouco tempo de experiência no ramo (estudo e aplico psicologia canina há pouco mais de 1 ano), te digo que são poucos os que têm a mesma vontade de aprender e testar os conhecimentos tanto quanto eu. Estou longe de ser o melhor no assunto, mas o meu objetivo é sempre estar me aperfeiçoando e ajudando o máximo de pessoas possíveis, tanto gratuitamente nas minhas redes, quanto na minha comunidade paga exclusiva.


Como vc define a motivação para o seu trabalho como Mentor Canino?


O que me motivou a procurar conhecimento sobre isso foi a cadela de uma vizinha que latia extremamente alto durante horas todos os dias. E ela incomodava todos os vizinhos, inclusive eu. Pesquisei na internet sobre o assunto e percebi que os latidos eram apenas um sintoma do problema real, que era a maneira como a família tratava a cadela. A falta de um manejo adequado fazia com que ela apresentasse esse problema.


Ajudei a Antônia Maria, sua cadela Flocki e família a tratarem de uma maneira mais adequada durante uma semana gratuitamente. Os latidos diminuíram muito e hoje ela só late em momentos adequados e sem uma insistência que incomoda (todos os cães latem, o objetivo não era tirar isso dela).


Depois dessa semana gratuita, Antônia gostou muito do meu trabalho e me contratou para passar mais dias ensinando eles. Não vou ser hipócrita e dizer que investi mais na área porque queria ajudar as pessoas de graça, óbvio que vi uma boa oportunidade para trabalhar na área e conseguir minha liberdade financeira.


Tudo começou para ajudar a Antônia, mas só tomou o rumo que me levou até aqui porque vi uma oportunidade de negócio. Na época eu fazia o curso de Engenharia Mecânica na UFPI. Hoje mudei de curso e em função da área que já estou atuando, decidi fazer Zootecnia também na UFPI.


O que é ser "Mentor Canino"?

MentorCanino não sou eu, não é o Yan. MentorCanino é uma organização, é um negócio. Atualmente tem 2 colaboradores, eu e Marcos Dias que faz nosso trabalho de edição de vídeos.

MentorCanino é, basicamente, uma empresa de produção de conteúdo gratuito na internet que visa ajudar as pessoas a educarem seus cães, falando sobre psicologia canina.

De tempos em tempos, nós abrimos vagas para nossa Comunidade De Líderes, que é paga, e é daí que nosso negócio tem faturamento.


Vc veio de São Raimundo Nonato para morar em Teresina. O seu público está nessas duas cidades na maioria. Por onde mais vc pretende alcançar seu público e clientes?

Sou de São Raimundo Nonato e moro em Teresina, e por enquanto meu foco está em atuar mais intensamente nessas duas cidades, porque são o meu povo. Mas o nosso objetivo de longo prazo é expandir as nossas atividades para todo o Brasil e posteriormente para o mundo inteiro, não pensamos em limites geográficos, justamente porque nossas atividades são em sua maioria digitais.


Nessa edição da Semana da Educação Canina quais são os seus principais pontos positivos com relação aos participantes?

Nessa segunda edição do evento Semana Da Educação Canina, o que eu mais tenho enxergado de positivo nos participantes é a vontade de melhorar a qualidade de vida de seus cães. Muitas pessoas estão, surpreendentemente, dispostas a fazer todas as atividades propostas no evento e estão realmente comprometidas com isso.


Você já se considera um profissional da área de educação canina perfeitamente conectado às redes sociais?

Ainda não estamos perfeitamente conectados a todas as redes sociais, mas estamos buscando sempre essa conexão com o público que precisa do nosso conteúdo, independentemente de qual rede social seja. Estamos sempre tentando nos adaptar ao que é mais fácil e acessível pra quem precisa desse tipo de informação.


O que você está planejando para após a Semana da Educação Canina? Já que a tendência é esse trabalho com lives, como o seu ter uma forte veiculação nas redes sociais?

Após a SEC continuaremos distribuindo o máximo de informação possível na internet. Todas as semanas, às quartas-feiras, faço aulas ao vivo, totalmente gratuitas e com temos variados, mas sempre ajudando os donos de cães e falando sobre psicologia canina. Todas as aulas são baseadas no meu método de criar cães e corrigir seus maus comportamentos, e em todas elas expresso o meu ponto de vista do que deveria ser feito com os cachorros, sem medo da crítica. Aliás, críticas construtivas são sempre bem vindas.


Como você vê o mercado de profissionais de educação canina em Teresina?

Tenho pouco contato com profissionais da área de adestramento canino em Teresina, na verdade não conheço pessoalmente nenhum. Mas vejo que com certeza tem uma demanda muito grande por trabalhos nessa área, já que as pessoas estão cada vez mais se preocupando com a qualidade de vida de seus cães.


Na recente investida nesses dias de papo com os seus seguidores, onde você avalia que os participantes das lives estão com mais dúvida?

Na verdade, a investida no papo com meus seguidores não é recente.

Diariamente, desde o início, eu converso com seguidores e procuro saber quais são seus problemas e como eu posso ajudar, todas as minhas aulas são baseadas em perguntas que recebo, tornando meu conteúdo mais útil pras pessoas. Não falo sobre o que quero falar, falo sobre o que meus seguidores querem ouvir.

...

Os problemas que chegam até mim são muito variados, desde xixi e cocô no lugar errado até cães que destroem sapatos. Mas o problema mais comum se dá na hora do passeio com o dog, a maioria dos donos tem problemas com o cachorro puxando a guia e coleira, latindo pra outros cães e pessoas na rua etc. Com certeza esse é um dos maiores problemas.


Em um de seus vídeos você falou em marketing digital. Como vc tem comandado o seu trabalho nesse sentido?

Nosso negócio é, essencialmente, digital. Então o marketing digital é fundamental para a sobrevivência da organização. Eu mesmo toco nosso marketing e faço todas as estratégias de divulgação, que vão desde posts pras pessoas que já nos seguem até publicações patrocinadas pras pessoas não nos seguem ainda.

Minhas aulas são bastante densas, quase todas têm mais de 45 minutos.

Como eu sei que nem todo mundo está disposto a assistir uma aula tão longa (mas que ensina bastante), nós fazemos edições e postamos quase que diariamente trechos de 2 minutos dessas aulas, trazendo alguma ideia que possa ajudar as pessoas. Isso torna o nosso conteúdo mais acessível e possibilita que mais pessoas o vejam.


Como funciona essa Comunidade para Liderança de Cães que vc participa e aborda na aula 3? Explica para nós que não temos conhecimento desse projeto.

Nossa Comunidade De Líderes é uma comunidade exclusiva e paga.

Periodicamente abrimos as vagas para inscrições de novos membros, que vão ser abertas nessa sexta-feira (10).

...

Na comunidade eu também dou aulas semanais, no total são 2 aulas por semana. Mas diferente das aulas gratuitas, as aulas da comunidade tem uma ordem a ser seguida, funciona como um curso de psicologia canina, com tudo que eu sei sobre o assunto, dado em uma ordem lógica que facilita o entendimento.


A sua comunicação sobre a vivência canina tem melhorado bastante também a performance de profissionais que estão no mercado pet. Eu por exemplo tenho absorvido sugestões e ideias que já estou passando para os clientes das caminhas pets com pneus reciclados. O que vc acha disso?

Como falei anteriormente, tenho um método para criar cães e corrigir seus maus comportamentos, e é na comunidade que eu ensino exatamente como funciona esse método e como pessoas leigas ou profissionais podem aplicá-lo.

...

Além dessas aulas teóricas, na comunidade também são disponibilizadas aulas práticas, onde eu uso meus próprios cães e também cães de terceiros, e mostro na prática como devem ser aplicados os meus métodos da maneira correta. Aulas que só são possíveis ter acesso se você fizer parte da comunidade, já que as aulas gratuitas são todas teóricas.

...

Todos os membros da comunidade podem e devem fazer consultas comigo, onde eu converso individualmente com cada um respondendo suas dúvidas sobre as aulas e falando especificamente da resolução de seus problemas.


Temos também na comunidade um grupo exclusivo, onde todos interagimos e nos ajudamos diariamente, mandando vídeos com a aplicação das técnicas e conversando sobre como ser um bom líder pro seu cachorro.


A comunidade é, realmente, o lugar perfeito para quem quer educar seu cachorro. Porque lá, você vai ter acesso a todo o meu método, aulas práticas e vai estar em contato direto com pessoas que têm o mesmo objetivo que você, se ajudando todos os dias.


É uma honra pra mim saber que meus conteúdos estão ajudando não só os donos de cães, mas também os profissionais da área. Fico muito feliz em saber que estou contribuindo para a melhora da qualidade de vida dos cães da nossa região.


Mas, para quem ainda quiser se inscrever, fica o link:

https://contato.site/d9798b658d/mentorcanino-sec/semana-da-educacao-canina


Para quem quiser conhecer mais do meu trabalho, deixo dois vídeos:


Por que eu comecei a estudar psicologia canina:

https://www.youtube.com/watch?v=MwWE9W2S-wk&t=1s


Como ser respeitado pelo seu cachorro:

https://www.youtube.com/watch?v=q1kHpa0bSBA


"Quero completar dizendo que é apenas o começo desse projeto que com certeza vai tomar proporções nacionais e mundiais. Ainda estamos engatinhando, mas a jornada apenas começou. Muito obrigado mais uma vez pelo espaço, Fábio. E obrigado a você leitor internauta; espero contar com vcs todos em nossas lives, palestras e negócios caninos!!!", finaliza Yan Carlo.

REDES SOCIAIS

facebook - facebook.com/mentorcanino

instagram - instagram.com/mentorcanino

whatsapp - (86) 98156-6753


email -

contato@mentorcanino.com

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Fábio Teles

Fábio Teles

Fábio Teles é jornalista. Escreveu nos jornais A Folha do Litoral, Correio do Piauí, Diário do Povo, O Dia e Meio Norte. Trabalhou também na TV Timon, TV MN, Rádios Igaraçu de Parnaíba e Jockey FM. Foi responsável por blogs em vários portais. Retrata a sociedade em sua forma multimídia. FACEBOOK fabiotelesjornalista TWITTER @fabioteles_ INSTAGRAM @pluralagenciadecomunicacao WHATSAPP 86 99903.5941 EMAIL fabioteles@yahoo.com.br

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete