IMUNIZAÇÃO

Sem vacinas, Teresina não vai antecipar a segunda dose da AstraZeneca

A FMS afirmou que é preciso chegar novas doses para que seja feita a antecipação


Astrazeneca

Astrazeneca Foto: Foto: Reprodução

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Piauí (COSEMS-PI) confirmou recentemente que o Governo do Piauí decidiu antecipar o prazo de aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca. O prazo para a segunda dosa era 90 dias, mas foi antecipado para 30 dias após a primeira dose. No entanto, a Fundação Municipal de Teresina (FMS), emitiu um comunicado na tarde desta quinta-feira (17) para informar que essa antecipação só poderá ser feita em Teresina após o recebimento de novas doses.

"A FMS informa que a antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca só poderá ser realizada, em Teresina, após o recebimento de doses específicas para esta finalidade", disse o órgão.

A FMS informou ainda que enquanto não recebe novas doses do imunizante, Teresina vai seguir com a determinação anterior, que orienta que a segunda dose seja aplicada na data que está agendada na carteira de vacinação, que é de três meses após a primeira dose.

Morre a assessora da Sefaz Isabela Soares; mais uma vítima da Covid-19

Coordenadora do Colégio Gilberto Campelo morre por complicações da Covid-19

Próxima notícia

Dê sua opinião: