FMS

Mais de 80 mulheres deram à luz em Teresina durante o feriado

Os bebês nasceram nas maternidades da Prefeitura de Teresina


83 bebês nasceram no feriado de Corpus Christi nas maternidades da Prefeitura

83 bebês nasceram no feriado de Corpus Christi nas maternidades da Prefeitura Foto: Divulgação

Pelo menos 83 bebês nasceram no feriado de Corpus Christi nas maternidades da Prefeitura de Teresina situadas nos bairros Dirceu, Promorar, Satélite e Buenos Aires. Do dia 20 a 23 de junho, 41 gestantes deram à luz por parto normais humanizados, com a utilização de técnicas para alívio de dor. Os demais bebês nasceram de parto cesárea.

“Um bebê traz consigo toda a magia de transformar uma família. Quando nasce um filho, nasce também um pai, uma mãe, tios, avós e irmãos. É um momento importante na vida de todos e as maternidades da Prefeitura de Teresina obedecem às normas do Ministério da Saúde para garantir uma assistência humanizada”, afirma o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira.

No último domingo (23), a dona de casa Daniela da Silva Barros, de 26 anos de idade, foi uma das mulheres que optou por ter o seu filho na Maternidade do Satélite, localizada na zona leste de Teresina. “Fui muito bem atendida nessa maternidade. Tinha pediatra na sala, gostei muito. Eu gosto de ser mãe. Já tenho quatro filhos. O parto foi normal e o meu filho nasceu saudável. Estou ainda escolhendo um nome para ele”, afirma.

De acordo com Conceição Carvalho, neonatologista da Maternidade do Buenos Aires, na zona norte de Teresina, a gestante deve fazer o pré-natal corretamente para garantir a saúde do binômio mãe-bebê. “Após o nascimento, a chave primordial é o aleitamento materno, que deve acontecer até os 6 meses de vida. Além de estar nutrindo o seu filho, a mãe está dando amor. Há comprovação científica de que a amamentação interfere até no grau de inteligência do bebê”.

A diretora de assistência especializada da FMS, Jesus Mousinho, explica que quando a gestante chega à uma das maternidades municipais, passa pelo acolhimento com classificação de risco para classificar a gestação como de alto risco ou baixo risco. “As maternidades da Prefeitura de Teresina atendem gestante classificadas como de baixo risco. Se constatado que é de alto risco, ela deve ser direcionada para a maternidade Dona Evangelina Rosa”, finaliza.

Fonte: FMS

Próxima notícia

Dê sua opinião: