Flamengo obtém liminar para usar CT Ninho do Urubu de forma parcial

Com isso, o clube pode usar campos, vestiários, academia, refeitório e setor administrativo


CT Ninho do Urubu

CT Ninho do Urubu Foto: Sergio Moraes/Reuters

O Flamengo obteve hoje uma liminar para voltar a utilizar o CT Ninho do Urubu, interditado desde o final do mês passado. A decisão é parcial. Com isso, o clube pode usar campos, vestiários, academia, refeitório e setor administrativo.

Ainda não está permitida a utilização do serviço de hotelaria. Desta forma, o elenco profissional seguirá as concentrações em um hotel na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

A juíza Alessandra Cristina Tufvesson determinou a expedição de um alvará no prazo de 24 horas para que o clube rubro-negro retome as atividades no centro de treinamento. O alojamento para menores não foi incluído na decisão. O CT segue interditado para a entrada e permanência de crianças e adolescentes.

Em paralelo, o Flamengo trabalha para atender aos pedidos do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura, de forma que seja possível obter a documentação definitiva e regularizar o local. As estruturas provisórias já foram demolidas e os contêineres retirados. Enquanto isso, o Rubro-negro tem realizado os treinamentos na sede da Gávea. Hoje, inclusive, as categorias sub-14 e sub-17 se reapresentaram na sede social após o incêndio que vitimou dez meninos das categorias de base e feriu outros três.

O clube já programa o transporte dos materiais para que os próximos treinos sejam realizados no Ninho do Urubu. A expectativa agora é a de resolver as últimas pendências e colocar o CT que custou R$ 42 milhões à disposição de profissionais e categorias de base.

Fonte: Noticias ao minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: