LUTO

Morre aos 100 anos, Henry Kissinger, o diplomata que moldou o século 20

Henry Kissinger ganhou o prêmio Nobel da Paz. A causa da morte não foi revelada


Henry Kissinger, um diplomata que ganhou Nobel da Paz

Henry Kissinger, um diplomata que ganhou Nobel da Paz Foto: Redes sociais

A diplomacia mundial está de luto. Morreu na noite desta quarta-feira (29), aos 100 anos, Henry Kissinger, um dos homens mais marcantes da história da diplomacia dos Estados Unidos no século 20. Ele foi vencedor do Prêmio Nobel da Paz.

Kissinger faleceu em sua residência no estado de Connecticut, segundo nota oficial de sua agência de consultoria. A causa da morte não foi revelada.

Secretário de Estado entre 1969 e 1976, nos governos dos presidentes Richard Nixon e Gerald Ford, Kissinger foi o responsável por negociar a saída das tropas americanas do Vietnã e reestabeleceu laços entre EUA e China.

Juventude, Harvard e fama

Henry Kissinger ganhou fama nos anos 1970 por sua forte atuação como Secretário de Estado e Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos nos governos dos presidentes Richard Nixon e Gerald Ford.

Heinz Alfred Kissinger nasceu em Furth, Alemanha, em 27 de maio de 1923, e se mudou para os Estados Unidos com sua família em 1938, antes da campanha nazista para exterminar os judeus europeus. Mudando seu nome para Henry, o diplomata se tornou cidadão norte-americano naturalizado em 1943 e serviu no Exército na Europa na Segunda Guerra Mundial.

Kissinger conseguiu uma bolsa de estudos para estudar na Universidade de Harvard, onde se formou e obteve um mestrado em 1952 e um doutorado em 1954. Logo em seguida, se tornou professor na instituição de ensino, onde integrou o corpo docente por 17 anos.

Durante grande parte desse tempo, Kissinger serviu como consultor para agências governamentais, inclusive em 1967, quando atuou como intermediário para o Departamento de Estado no Vietnã.

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: