Filha diz que Bita do Barão não morreu e família não autoriza desligar os aparelhos

Mestre Bita será levado para sua casa, Codó, e vai continuar com aparelhos e cuidados médicos


Mestre Bita de Barão, de Codó (MA)

Mestre Bita de Barão, de Codó (MA) Foto: Reprodução

De Teresina - A família do Mestre Bita do Barão, desmentiu na manhã desta quinta-feira (18.04) informações que circulam na Internet na noite de quarta-feira (17), dando conta da morte dele. Familiares e amigos garantem que ele está vivo, apesar do estado de saúde ser gravíssimo e considerado irreversível pelos médicos.

A informação foi confirmada por volta das 10 horas desta quinta-feira (18) pela blogueira Ramyria Santiago, da cidade de Codó (MA), terra onde nasceu e viveu o Mestre Bita, o mais admirado e respeitado "pai de santo" do Maranhão, famoso em todo o Brasil.

Segundo ela, Janaína Nonata dos Santos, filha de Bita, disse que ele, aos 108 anos, continua internado no Hospital São Paulo, em Teresina, respira com ajuda de aparelhos e está recebendo todos os cuidados médicos necessários. "Não procede a informação de que os aparelhos foram desligados e que ele foi enviado para Codó para morrer em casa", disse. Para a família, estão surgindo muitos boatos maldosos desde que Bita foi internado.

A blogueira maranhense disse ainda que a família não autorizou e nem autoriza o desligamento dos aparelhos que mantém Mestre Bita com vida. Segundo ela, Bita será levado em UTI móvel para sua casa, em Codó, e lá parmanecerá com aparelhos e cuidados médicos.

CODÓ CHORA POR BITA  - O
maranhense Wilson Nonato de Souza, o Bita do Barão, é um dos pais de santo mais conhecidos do Brasil. Hoje com 108 anos, foi visitado para consultas e “trabalhos" por autoridade, artistas e famosos do mundo inteiro.

Personalidades e figuras históricas como os ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor de Melo e Michel Temer já visitaram o terreiro do babalorixá. Também eram constantes as visitas de pessoas comuns de todo o Brasil e do exterior ao terreiro de Bita.

Por causa da fama do Mestre Bita do Barão, o Maranhão tornou-se o estado brasileiro mais famosos em religiões afrodescendentes. Também por causa de Bita, a cidade de Codó é chamada de "Capital da Umbanda".

As informações e boatos sobre o estado de saúde e a morte do "Pai Bita" causaram ansiedade e comoção em todo o Maranhão. Mas a repercussão em Codó foi muito maior. A cidade está praticamente paralisada por causa da Semana Santa e, principalmente, pela espera de notícias sobre o estado de saúde do homem mais famoso daquela cidade maranhense.

Fonte: Redação do Piauí Hoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: