Brasil

UFPR revoga títulos de doutor honoris causa a três presidentes da Ditadura

Conselho Universitário votou para cassar honraria concedida aos militares

Da Redação

Terça - 02/04/2024 às 10:17



Foto: Imagem: Acervo/Folhapress e Domínio público Honrarias haviam sido concedidas a Castelo Branco, Costa e Silva e Geisel entre os anos de 1964 e 1976
Honrarias haviam sido concedidas a Castelo Branco, Costa e Silva e Geisel entre os anos de 1964 e 1976

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) revogou nessa segunda-feira (1) os títulos de doutor honoris causa concedidos a Humberto Castelo Branco, Artur da Costa e Silva e Ernesto Geisel, três dos cinco presidentes do Brasil durante a ditadura militar (1964-1985). 

O Conselho Universitário votou para cassar honraria concedida aos militares. A reunião durou um pouco mais de duas horas e meia.

Uma análise em documentos históricos encontrou registros nas atas do Conselho Universitário que confirmam a concessão dos títulos. Humberto de Alencar Castelo Branco foi homenageado em 31 de julho de 1964; Artur da Costa e Silva, em 18 de setembro de 1968; Ernesto Geisel, em 13 de janeiro de 1976 (com entrega em 16 de janeiro de 1981).

Para o reitor da UFPR, a revogação dos títulos foi "medida necessária". Ricardo Marcelo da Fonseca lembrou que os três presidentes foram articuladores e executores centrais das políticas de repressão durante a ditadura militar, além de "condutores de regimes de força que levaram adiante horrores, torturas, mortes e supressão de direitos, de liberdades e da própria democracia".

Momento é de reafirmar compromisso com o futuro, completou Fonseca. Ele também citou a memória das pessoas que sofreram as "injustificáveis violências" da ditadura. "Precisamos assegurar que as novas gerações que entrem pelos portões da UFPR sintam-se sempre mais conectadas com os melhores valores democráticos. Precisamos ser melhores amanhã do que somos hoje", defendeu o reitor.

"A nossa instituição renovou hoje seu compromisso com a democracia, com a memória, com a verdade, com a justiça, com o presente e com o futuro. Ditadura, nunca mais!" Ricardo Marcelo Fonseca, reitor e professor titular da UFPR.

Honoris Causa

É usada em títulos honoríficos concedidos por universidades a pessoas consideradas eminentes, que não necessariamente sejam portadoras de uma graduação do ensino superior, mas que se destacaram em determinada área, por sua virtude, mérito ou serviços.

60 anos do golpe militar

Decisão acontece um dia após 60º aniversário do golpe militar. A articulação contou com a participação de civis e militares e começou logo após a posse do então presidente João Goulart, em 1961. Quase três anos depois, em 31 de março de 1964, iniciava-se a ditadura de 21 anos que cassou direitos políticos, torturou e matou adversários e censurou a imprensa.

(Com Estadão Conteúdo)

Fonte: UOL

Siga nas redes sociais

Compartilhe essa notícia: