"Progressistas não vai colocar a faca no pescoço do governador"

Júlio Arcoverde reclama de "histeria" de partidos por cargos no governo


Deputados Júlio Arcoverde e Hélio Isaías, do Progressistas

Deputados Júlio Arcoverde e Hélio Isaías, do Progressistas Foto: Paulo Pincel

O Progressistas não vai colocar a faca no pescoço do governador por cargos. A garantia foi dada pelo presidente do partido  no Piauí, deputado júlio Arcoverde, ao comentar as declarações de aliados do PT e do MDB na mídia ao longo da semana. PT e MDB divergem sobre os critérios para a indicação dos cargos de primeiro escalão, como secretários, presidentes e diretores de órgãos.

"Há uma certa histeria de alguns partidos da base, que mostram descontentamento. Digo que o Progressistas não vai colocar a faca no pescoço do governador. Ele quem sabe o tempo certo. Pode ser que ele não faça isso na semana que vem. Pode ser que ele espere para depois da Semana Santa. É  escolha exclusiva do governador. O Progressistas não vai discutir cargos nas redes sociais e nem na imprensa. Temos maior respeito pelo governador", garantiu Arcoverde.

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, também defende a

  /

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: