VINGANÇA

VÍDEO: Homem toca fogo em ônibus no Centro de Teresina e deixa bilhete sugerindo vingança

O suspeito pelo incêndio foi preso pela Guarda Municipal e levado para Central de Flagrantes; "Justiça foi feita", diz o bilhete


A fumaça e o calor dificultaram o trabalho dos Bombeiros

A fumaça e o calor dificultaram o trabalho dos Bombeiros Foto: Luiz Brandão

Um ônibus da empresa Timon City foi incendiado por volta das 16h30min desta terça-feira (27), na rua Félix Pacheco, ao lado da Praça Conselheiro Saraiva, no Centro de Teresina. O suspeito pelo ato deixou um bilhete, sugerindo que o incêndio teria sido para vingar a morte de uma jovem atropelada por um veículo da mesma empresa em agosto deste ano.

Veja vídeo: 

Um homem usando uma camisa preta como capuz seria o autor do incêndio. Ele teria mandado o motoristas e os passageiros desocupar o veículo e depois teria usando gasolina para atear fogo no veículo.

Bilhete do suspeito pelo incêndio sugere vingança
As chamas rapidamente tomaram conta do veículo, que ficou totalmente totalmente destruído em pouco tempo. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local as labaredas estavam altas. Elas chegaram a atingir uma árvore e cabos das redes de energia, telefonia e Internet. Muitos curiosos acompanharam e filmaram tudo. Ninguém ficou ferido.

O calor e muita fumaça dificultaram o trabalhos dos bombeiros. O trânsito na área ficou interrompido até por volta das 19 horas. Só foi liberado após o resfriamento da área e a retirada do que sobrou do veículo.

O ônibus foi totalmente destruído em pouco tempo
A Guarda Municipal prendeu o suspeito pelo incêndio. Ele foi levado para a Central de Flagrantes de Teresina com pai dele, o motorista do ônibus e o dono da empresa proprietária do veículo. Os nomes de todos os envolvidos no caso não foram divulgados pela Polícia.

Veja tambem:

DHPP diz que empresário morto em Teresina já vinha sendo monitorado por criminosos

Idoso de 94 anos morre atropelado por veículo ao atravessar BR 407 em Picos

Empresário de 25 anos é assassinado durante assalto no bairro Lourival Parente

Próxima notícia

Dê sua opinião: