Ceará vive a 3ª noite de terror: já são 73 ataques

Crimes aconteceram mesmo após a chegada de agentes da Força Nacional


Já são 73 ataques no Ceará

Já são 73 ataques no Ceará Foto: Alex Gomes/AFP

Pela terceira noite consecutiva, o Ceará sofre uma onda de ataques criminosos em vários pontos de Fortaleza e cidades do interior, na noite desta sexta-feira (4) e madrugada deste sábado (5). Os crimes ocorreram mesmo após a chegada de agentes da Força Nacional, enviadas ao Ceará por autorização do ministro da Justiça, Sérgio Moro. Entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado, bandidos queimaram veículos em uma concessionária na capital, um carro em Maracanaú e atacaram o fórum de Pacoti, no interior do estado. (veja lista dos ataques no fim da matéria)

O número de ataques criminosos chegou a 73, desde o início da onda de violência até este sábado. Bandidos queimaram veículos do transporte público; carros de particulares e concessionárias; e atacaram diversos prédios públicos, como bancos, delegacias e prefeituras. Uma bomba foi explodida na coluna de um viaduto na BR-020, em Caucaia, mas o equipamento passou por obras e não corre o risco de desabar. Segundo a Secretaria da Segurança do Ceará, 50 suspeitos foram detidos desde quarta-feira, entre adultos e adolescentes. Um casal de idosos e um motorista ficaram feridos até o momento.

Ataques no Ceará: o que se sabe e o que falta saber

A equipe da Força Nacional chegou a Fortaleza na noite de sexta-feira, mas só deve atuar nas ruas a partir deste sábado para apoiar as forças de segurança estaduais no combate aos ataques. Por volta das 20h30, a primeira aeronave, Hércules, chegou trazendo aproximadamente 50 homens. Cerca de 200 agentes, vindos de avião, também já desembarcaram na capital cearense durante a madrugada. Outros 98 agentes da Força Nacional vieram dos estados de Sergipe e Rio Grande do Norte.

O Secretário da Segurança, delegado André Costa, afirmou que foram enviadas equipes da Polícia Civil para o interior da Casa de Privação Provisória de Liberdade 3 (CPPL 3), em Itaitinga, onde mais de 250 detentos devem ser autuados por envolvimento em distúrbios na unidade prisional. Até o fim da tarde de sexta-feira, 72 internos foram autuados por desobediência, resistência e motim. A polícia não confirmou se a ordem para os atentados no estado ocorreu de dentro do presídio.

O presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará, Cláudio Justa, acredita que os atentados são represália à fala do novo secretário de Administração Penitenciária (SAP), Luís Mauro Albuquerque, que afirmou que "o Estado não deve reconhecer facção" em presídio. Luís Mauro ainda se posicionou contra a separação de detentos por facção criminosa nas unidades prisionais do Estado e disse que a fiscalização nas unidades será mais rigorosa.

De acordo com uma fonte do Serviço de Inteligência da Secretaria da Segurança ouvida pelo G1, membros de duas facções rivais fizeram um "pacto de união", com o objetivo de "concentrar as forças contra o Estado".

A ordem dos ataques partiu de um detento da Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (antiga CPPL I), na tarde de quarta-feira, ainda segundo a fonte do Serviço de Inteligência. No dia seguinte, agentes penitenciários fizeram uma vistoria "surpresa" na unidade, o que resultou em um motim dos presidiários. A revolta foi controlada no mesmo dia e nenhum detento fugiu.

Bombeiros resfriaram as casas de uma vila que chegou a ser atingida pelo fogo na Barra do Ceará — Foto: Rafaela Duarte/Sistema Verdes Mares

Veículos incendiados

Na noite desta sexta-feira, um shopping localizado na Avenida Bezerra de Menezes, em Fortaleza, foi atacado e, pelo menos, um carro que estava no estacionamento do local foi incendiado.

Ainda durante a noite de sexta, um prédio localizado na Avenida Francisco Sá, na Barra do Ceará, foi incendiado. No local funcionava a antiga sede do Sine-IDT. O fogo chegou a atingir a parede das casas de uma vila que fica atrás do prédio. O Corpo de Bombeiros controlou as chamas e o fogo foi apagado.

No Bairro Mucuripe, também na capital, dois veículos que estavam no pátio de uma concessionária foram queimados pelos bandidos na madrugada deste sábado.Segundo a polícia, os suspeitos chegaram em um outro veículo por uma rua lateral que dá acesso ao estabelecimento e incendiaram os veículos.

Serviços públicos afetados

Devido aos atentados, serviços públicos foram afetados na Grande Fortaleza. A frota de ônibus foi reduzida e, neste sábado, apenas 108 veículos operam na capital cearense em 41 linhas. As vans do transporte alternativo também informaram que reduziram a operação.

Sequência de ataques no Ceará

Noite de quarta-feira (2)

Incêndio de ônibus coletivo no Bairro Edson Queiroz, em Fortaleza

Incêndio de ônibus coletivo no Bairro Parque Santa Rosa, em Fortaleza

Quinta-feira (3)

Explosão em viaduto próximo ao Bairro Metrópole, em Caucaia

Incêndio a veículo em Caucaia, Na Rua 114 no Conjunto Planalto Caucaia

Incêndio de seis veículos, em Horizonte

Artefato inflamável arremessado em posto de combustível no Bairro Damas, em Fortaleza

Tiros em agência bancária no Bairro Otávio Bonfim, em Fortaleza

Danos a câmeras de videomonitoramento no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza

Danos a câmeras de videomonitoramento no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza

Ataque a fotossensor no Bairro Moura Brasil, em Fortaleza

Ataque a fotossensor no Bairro Messejana, em Fortaleza

Ataque a fotossensor, em Caucaia

Ataque a semáforo no Bairro Quintino Cunha, em Fortaleza

Ataque incendiário contra ônibus no Bairro Bonsucesso, em Fortaleza

Ataque a ônibus no Bairro Serrinha, em Fortaleza

Incêndio de ônibus coletivo no Bairro Parque Santa Rosa, em Fortaleza

Incêndio de ônibus coletivo no Bairro Barroso, em Fortaleza

Incêndio a coletivo no Bairro Mucuripe, em Fortaleza

Ataque de ônibus no Bairro Castelão, em Fortaleza

Ataque a ônibus em Fortaleza

Ataque a ônibus em Morada Nova

Van incendiada no Sítio São João, em Messejana, em Fortaleza

Ônibus queimado na Rua Santa Philomena, no Bairro Henrique Jorge, em Fortaleza

Caminhão de lixo incendiado em Messejana, em Fortaleza; fogo atingiu também carro particular

Ataque a concessionária no Bairro Papicu, em Fortaleza

Sexta-feira (4)

Explosão de carro durante incêndio de veículos no 27º Distrito Policial, em Fortaleza

Tentativa de incêndio a veículos no 8º Distrito Policial, em Fortaleza

Agência da Caixa Econômica incendiada na Avenida Francisco Sá, em Fortaleza

Agência bancária do Bradesco metralhada na Pontes Vieira, em Fortaleza

Tentativa de incêndio a lotérica no Bairro Jardim Iracema, em Fortaleza

Prédio do Detran foi atacado, em Fortaleza

Carro com explosivos apreendido e cruzamento interditado, em Fortaleza

Posto de combustível atacado no Bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza

Agência da Caixa Econômica incendiada na Pajuçara, Maracanaú

Ataque contra Palácio Municipal da Prefeitura de Maracanaú

Agência do Bradesco da cidade de Caucaia atingida por tiros

Suspeito morto em troca de tiro com policiais ao tentar destruir radar semafórico, no Eusébio

Tentativa de incêndio a veículos do 24º Distrito Policial, em Pacatuba

Ônibus escolar incendiado, em Tianguá

Poste de videomonitoramento derrubado no José Walter, em Fortaleza

Centro Cultural da cidade de Pindoretama incendiado

Ônibus incendiado no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza

Caminhão incendiado por bandidos na Avenida Via Expressa, em Fortaleza

Na cidade de Canindé, criminosos puseram fogo em um caminhão e um trator

Caminhão também incendiado em Canindé

Ônibus da Prefeitura de Jaguaruana foi incendiado à 0h30 no Centro da cidade

Um ônibus e um caminhão foram incendiados em Piquet Carneiro; dois foram presos com queimaduras

Na cidade de Morrinhos, criminosos arremessaram um coquetel molotov no prédio do INSS

Criminosos ateram fogo no prédio da garagem da Prefeitura de Aracoiaba

Três homens homens tentaram atacar prédios públicos em Baturité; um foi preso com coquetéis molotov

Ônibus é queimado no bairro Jardim Bandeirantes, em Maracanaú

Criminosos tentam incendiar posto na Av. Miste Hill, no Bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza

Caminhão de lixo incendiado por criminosos em Pacajus, na Grande Fortaleza

Fotossensor incendiado em Juazeiro do Norte

Ônibus incendiado na Avenida Francisco Sá, no bairro Carlito Pamplona

Veículo incendiado na sede da Guarda Municipal de Sobral

Carro da Companhia de Água e Esgoto (Cagece) incendiado em Fortaleza

Caminhão da Cagece também queimado por criminosos no Bairro Conjunto Palmeiras, na capital

Ônibus incendiado na Avenida Francisco Sá, no Bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza

Núcleo da Cagece incendiado em Caucaia

Passarela de pedestres incendiada na rodovia BR-116, no Bairro da Messejana

Veículos de transporte de passageiros incendiados em Massapê

Veículos incendiados em estacionamento de shopping na Bezerra de Menezes

Carro dos Correios incendiado no Barroso

Prédio incendiado na Barra do Ceará, em Fortaleza

Sábado (5)

Garagem de transportes públicos incendiada em Ibaretama

Carro incendiado por criminosos em Maracanaú

Agência da Caixa Econômica Federal atacada com tiros na Praia de Iracema, em Fortaleza

Carros incendiados em frente à concessionária no Centro de Fortaleza

Três carros incendiados no Fórum na cidade de Pacoti durante a madrugada

Prédio da Secretaria de Meio Ambiente de Pacoti atacada por criminosos. Salas foram quebradas e um carro foi incendiado

Ônibus de transporte escolar foi incendiado durante a madrugada em Icapuí

Caminhão com carregado com galinhas incendiado em Cauaia. Cerca de 2 mil frangos morreram

Fonte: G1

Próxima notícia

Dê sua opinião: