LATROCÍNIO

Administrador é sequestrado, torturado e morto no Sul do Piauí

A vítima foi sequestrada no Maranhão e assassinada entre as cidades de Baixa Grande e Ribeiro Gonçalves, no Piauí


Administrador maranhense é encontrado morto no Piaui

Administrador maranhense é encontrado morto no Piaui Foto: Reprodução

O administrador Paulo Henrique Dias Quixabeira, de 31 anos, foi encontrado morto em um matagal as margens da estrada entre as cidades Baixa Grande e Ribeiro Gonçalves, no Sul do Piauí, no domingo (21). Paulo Henrique estava desaparecido desde o dia 18 de novembro, após ser sequestrado, torturado e assassinado a tiros. 

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí e a suspeita é de que dois homens e dois adolescentes tenham participado do crime. De acordo com a Polícia Militar, a vítima morava em Balsas, no Maranhão, e estava desaparecida desde a quinta-feira (18).  As investigações apontaram que Paulo foi vítima de  latrocínio, roubo seguido de morte.

Na segunda-feira (22), dois jovens foram presos pelo crime, e um adolescente foi apreendido. Outro adolescente foi morto durante um confronto com a polícia. Com um dos adolescentes,  a polícia encontrou um revólver e o celular da vítima.

Paulo Henrique era natural de Tasso Fragoso (MA), era formado em administração e trabalhava com marketing digital. Atualmente, Paulo residia em Balsas (MA). Na quinta-feira (18) ele desapareceu e as investigações da polícia apontaram que Paulo ele foi levado por quatro homens no porta-malas do próprio carro. Os criminosos seguiram com a vítima  para a cidade de Ribeiro Gonçalves/PI, onde foi torturado para entregar a senha do cartão da conta bancária.  

Segundo o major Hortêncio Santos, da Polícia Militar de Uruçuí, a polícia foi acionada no sábado (20) após o rentista de um posto de combustíveis localizado em Ribeiro Gonçalves perceber uma atitude suspeita de quatro jovens. 

“Eram todos muito jovens e vinham de uma festa. Eles relataram que vinham do município de Balsas. Era uma história confusa, comentaram que retornariam por um caminho diferente porque a estrada estava ruim. Ele telefonou pra polícia e nos deu características do carro”, explicou o major.

A polícia do Piauí acionou a polícia maranhense, que relatou sobre o desaparecimento de um homem.  No domingo (21), um adolescente de 17 anos foi apreendido e confessou o crime, informando onde estava o corpo da vítima. 

A vítima foi executada e o corpo desovado em um matagal no Sul do Piaui. O carro de Paulo foi encontrado em uma estrada vicinal que dá próximo ao Balneário Canãa. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) da cidade de Floriano, onde será periciado. 

As investigações foram realizadas pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar. Os  presos foram encaminhados para a 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil. As investigações estão sendo realizadas pela Polícia Civil do Piauí com apoio da Polícia Civil do Maranhão.  

Próxima notícia

Dê sua opinião: