DENÚNCIAS

Padre acusado de assédio sexual e pedofilia é afastado da Paróquia do Renascença

A Arquidiocese de Teresina não divulgou o teor das denúncias recebidas contra o padre Jardel


Padre Jardel Moreira

Padre Jardel Moreira Foto: Montagem Piauí Hoje

O arcebispo de Teresina, Dom Jacinto de Brito Sobrinho, afastou das funções religiosas o padre Jardel Moreira, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no bairro Renascença, zona Sudeste da capital.

A Arquidiocese de Teresina confirmou o afastamento do pároco após ter recebido denúncias contra ele. Há acusações de assédio sexual e pedofilia, conforme os pais de um menor vítima do religioso.

O caso foi encaminhado para o Vaticano, onde a Santa Sé - Jurisdição eclesiástica da Igreja Católica - irá analisar a situação e decidir se o padre deve ser expulso da Igreja Católica. 

Enquanto estiver afastado das funções, o padre Jardel não pode celebrar missas,  usar os trajes clericais e nem ministrar os sacramentos. O padre Jardel é bastante conhecido no Piauí por possuir uma banda católica chamada + Fides.

Segundo informações preliminares, as denúncias envolvem um adolescente e partiu dos pais dos menores. O padre Jardel não falou com a imprensa sobre o caso.

Próxima notícia

Dê sua opinião: