Niède: Filme revela a luta de uma mulher em busca das memórias do homem

Documentário será exibido nesta quinta no Festival Tudo É Verdade.


Documentário Niède

Documentário Niède Foto: André Pessoa

Um dos sete filmes nacionais selecionados para a mostra competitiva do Festival É Tudo Verdade, principal evento de cinema documental na América Latina, que ocorre no período de 4 a 14 de abril nas cidades de São Paulo e Rio e Janeiro, o documentário "Niède" apresenta a trajetória da arqueóloga brasileira Niéde Guidon, que nos anos de 1970 deixou Paris, onde lecionava na École des Hautes Études em Sciences Sociales, para imergir na caatinga do sudeste do Piauí, revelar ao mundo as milhares de pinturas rupestres espalhadas pela região e lutar pela criação do Parque Nacional da Serra da Capivara, Patrimônio Cultural da Humanidade (Unesco) e um verdadeiro museu a céu aberto.

Depois da apresentação no Festival, o longa estará em cartaz nos dias 5 e 6 de junho na Serra da Capivara, durante comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente e dos 40 anos do Parque. Em São Raimundo Nonato, a sessão acontece no dia 7 de junho.

Ao longo de 135 minutos, o espectador mergulha na vida de Niéde. O fio da memória da pesquisadora, nascida em Jaú (SP), do casamento de uma brasileira e um francês, e que jamais imaginou trocar Paris por São Raimundo Nonato, vai sendo tecido por quem esteve com ela desde a chegada à região, como a amiga Sílvia Maranca, os mateiros João da Borda, Justino, Nilson e Nivaldo, que abriram os primeiros caminhos na caatinga e apresentaram centenas de tocas e pinturas. Mulheres que tiveram sua vida modificada pela ação de Niéde de valorizar o feminino, ou ainda colegas da academia como o atual chefe da Missão Francesa de Pesquisa na Serra da Capivara, o especialista em líticos, Eric Boeda.

Referência local, a presença de Niéde, hoje com 86 anos, impactou, e ainda impacta, a vida de crianças, mulheres, homens, mateiros, estudantes, exploradores de cal, caçadores, guardas-parque, políticos, pesquisadores, comerciantes. Como pontuam historiadores locais, Niéde inaugurou um novo ciclo na região até então esquecida por muitos, que já dura mais de 40 anos.

No filme, o diretor Tiago Tambelli, conduz o espectador a uma viagem de fruição que lhe permite sentir a pujança da fauna e da flora do lugar e maravilhar-se com algumas das mais antigas pinturas rupestres do continente de sítios arqueológicos localizados dentro do Parque e fora dele. O mistério do surgimento do homem povoa as paredes de um enorme número de “tocas” – pouco mais de mil cavernas foram identificadas. Há, ainda, um número significativo desses locais a ser descoberto, mapeado e estudado naquela região, reconhecida mundialmente como a de maior concentração de sítios pré-históricos das Américas.

“Contar a história de Niéde Guidon é também contar a história da humanidade. O documentário revela o tamanho do esforço e dedicação de Niéde para preservar as memórias da pré-história e o filme é uma celebração as nossas ancestralidades, humanas e naturais”, afirma Tambelli, destacando o grande desafio que foi realizar esse filme.

O longa coproduzido pelas produtoras B&T Audiovisual, do Piauí, e Lente Viva Filmes, de São Paulo, contou com aportes do Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado de Cultura do Piauí (Secult), e recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) - edital Prodecine 01/2016, administrados pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e geridos pela Agência Nacional do Cinema (Ancine). A obra contou ainda com patrocínios culturais da Ouro da Mina, BR Locadora e Pousada Zabelê. A distribuição está a cargo da ELO Company.

O filme marca a retomada do cinema piauiense e se configura como o primeiro longa com projeção nacional realizado por produtora piauiense, com estreia no maior festival de documentários da América Latina.

“Esse filme mostra a história de Niéde e as nossas riquezas. Representa uma realização importante para as produtoras e para o Estado do Piauí. Ele se configura em um marco da produção local, possível graças aos investimentos do Governo do Estado do Piauí, do Fundo Setorial do Audiovisual e à co-produção com a Lente Viva, aos parceiros, apoiadores e equipe envolvida, enfim, todos aqueles que acreditaram e apostaram no projeto, parte que considero o maior desafio de uma grande produção”, destaca Talyta Magno, da B&T.

Parque Nacional da Serra da Capivara

Está localizado nos municípios de Coronel José Dias, Brejo do Piauí, João Costa e São Raimundo Nonato, no sudeste do Piauí. Ao todo são mais de 1.000 sítios arqueológicos e 25 mil pinturas rupestres já identificados. A região também apresenta uma rica fauna – que inclui 208 espécies de aves – e flora, que reúne a caatinga, único bioma exclusivamente brasileiro, e a floresta tropical, recortes geológicos como as “cuestas”.

Diretor

Tiago Tambelli, 44, estudou cinematografia na Escola Internacional de Cinema e TV, de Cuba. Entre os principais títulos que dirigiu em parceria com outros documentaristas está Escolas em Luta (2018), premiado no Festival de Tiradentes, 20 Centavos e Cidade Cinza (selecionado no É Tudo Verdade 2014). Em 2013, recebeu o prêmio de “Melhor Autor em Cinema” pelo filme “das Almas”, no Baikal International Film Festival, Rússia. Nesse mesmo ano, ganhou o prêmio “Coup de Couer” no Festival Sunny Side of The Doc com o projeto “Muito Além do Nosso Eu – A História do Projeto Walk Again”. Como diretor de fotografia trabalhou com os diretores Rogério Sganzerla, Walter Carvalho, Isa Grinspum, Roberto Moreira, Susanna Lira, Jeferson De, Sérgio Machado, Martín Duplaquet.

Produtoras

B&T

Produtora piauiense realizadora de documentários para TV e Cinema. Estreia em salas comerciais com “Niède”, sua primeira obra destinada ao segmento. Seus trabalhos revelam responsabilidade cultural e comprometimento com o seu povo, sua região, suas memórias e singularidades, como em Sarah: Menina de Ouro, sobre a inédita medalha de ouro no judô na Olimpíada, conquistada pela piauiense Sarah Menezes;Torquato: Imagem da Incompletude, sobre um dos criadores mais originais e importantes da Tropicália, também piauiense; e Aquarela Musical, sobre compositores populares, em sua maioria, do Nordeste do país. A B&T foi criada pelos produtores Márcio Bigly e Talyta Magno.

Lente Viva Filmes

Produtora brasileira de filmes para cinema e televisão. Suas obras primam pela inovação estética, qualidade técnica e pelo compromisso de produzir filmes críticos que retratem a cultura do povo brasileiro. No seu portfólio constam documentários destacados no cenário nacional e internacional como Entre os Homens de Bem, 20 Centavos, Escolas em Luta e das Almas. Seu próximo filme é O Criador de Tudo, sobre o neurocientista Miguel Nicolelis, projeto premiado no ambiente de Mercado do 51 - Festival de Brasília do Cinema Brasileiro - para participar do MIPTV de Cannes em 2019. Lente Viva é formada pelos realizadores Tiago Tambelli e Fernanda Lomba.

Niède - Ficha Técnica

Direção

Tiago Tambelli

Roteiro

Eduardo Consonni

Inês Figueiró

Rodrigo T. Marques

Tiago Tambelli

Produção Executiva

André Pessoa

Bárbara Nepomuceno

Fátima Guimarães

Fernanda Lomba

Maurício Monteiro

Talyta Magno

Direção de Fotografia

Jacques Cheuiche, ABC

Tiago Tambelli

Montagem

Eduardo Consonni

Rodrigo T. Marques

Trilha Sonora e Mixagem

Edson Secco

Som Direto

Nicolas Hallet

Edição de Som

Edson Secco

Julia Teles

Finalização

Luís Totem

Direção de Produção

Bárbara Nepomuceno

Produção Local

André Pessoa

Assistente de Direção

Inês Figueiró

Assistentes de Produção

Leandro Milú

Márcio Bigly

Pesquisa

André Pessoa

Igor Medeiros

Inês Figueiró

Tiago Tambelli

Assistente de Roteiro

Igor Medeiros

Operadora de Câmera - São Paulo

Thais Taverna

1º Assistente de Câmera

Marcelo Tavares

DIT

Luís Totem

Maquinista

Rodolfo Amaral

Mateiros, guias e motoristas

Carmelo Valter

Flávio Ferreira

João Leite

Júlio Filho

Oscar Neto

Efeitos Especiais

Carlos Demetrio

Imagens Aéreas

André Lira

André Pessoa

John Well

Fotografia Still

André Pessoa

John Well

MakingOf

John Well

Controller

Bárbara Nepomuceno

Fátima Guimarães

Hildenberg Brito

Motoristas

Carlos Muxagata

Zé Alves

Correção de Cor e Motion Graphics

Luís Totem

Distribuição

ELO Companyy

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: