AVC

Musa do 'Caldeirão' mandou mensagem dizendo que não estava bem pouco antes de morrer

Michelle Mibow morreu vítima de AVC isquêmico


Passista mandou mensagem para amiga antes de morrer

Passista mandou mensagem para amiga antes de morrer Foto: Reprodução

A passista Michelle Mibow, encontrada morta pelo noivo dentro de casa na segunda-feira (7), enviou mensagens para uma amiga pouco antes de morrer. Nas mensagens ela dizia que não estava se sentindo bem. Michelle tinha 40 anos e era destaque de várias escolas do carnaval paulista. Ela também foi finalista de um concurso de musas do 'Caldeirão do Huck'. As informações são do G1.

O irmão de Michelle, o assistente de transporte Felipe da Costa Chaga, de 44 anos, disse que a passista foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico. Chaga conta que, há quatro meses, Michelle convivia com sintomas de labirintite e enjoos frequentes.

"A minha irmã estava com sintomas de labirintite e com muitos enjoos. Nos últimos meses, ela estava tentando entender os sintomas que estava sentindo e passou por uma série de exames. Mesmo assim, a Michelle ainda não estava com um diagnóstico fechado", afirma Chaga.

Uma amiga da passista publicou em uma rede social um print de uma conversa que teve com ela pouco antes do AVC. Na mensagem, Michelle afirmou que estava 'quietinha' porque estava 'dodói' com 'uma labirintite gigante'".

Segundo apurado pela reportagem, o noivo dela, Sergio Vieira, que é bombeiro, chegou na casa deles e encontrou Michelle caída no chão. Ele tentou reanimá-la, mas a tentativa não teve êxito, e a passista acabou morrendo.

Ao g1, Sérgio disse ter ficado comovido com o apoio que vem recebendo de amigos, familiares e, também, de toda comunidade do carnaval. "A Michelle será sempre o amor da minha vida. Ela merece todas essas homenagens que está recebendo. Ela trouxe o sorriso para a minha vida. Eu amo muito a Michelle e vou amar para sempre", desabafou.

Próxima notícia

Dê sua opinião: