CRIME AMBIENTAL

Decreto de emergência por conta de óleo no litoral vai garantir recursos para limpeza

Recursos do Governo Federal irão auxiliar no monitoramento e limpeza do litoral piauiense


Placa indicativa instalada nas praias do Piauí

Placa indicativa instalada nas praias do Piauí Foto: Divulgação/Semar

O Governo do Piauí vai decretar situação de emergência por conta da quantidade de óleo encontrada na costa litorânea do estado. A informação foi confirmada pela governadora em exercício Regina Sousa, na tarde desta segunda-feira (18).

Dados da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) apontam que mais de três toneladas de óleo já foram registradas no litoral, entre o Delta do Parnaíba e praias como a Pedra do Sal.

A assinatura do decreto, que deve ocorrer até esta terça-feira (19), visa assegurar de maneira mais prática a liberação de recursos por parte do Governo Federal para auxiliar no monitoramento e limpeza das praias.

A governadora em exercício do Piauí, Regina Sousa

“O decreto não é para alarmar ninguém, é uma precaução e também uma exigência do Governo Federal que só pode ajudar com mais consistência se tiver o decreto. E os pescadores se enquadram nisso porque precisam requerer o seguro defeso e para isso precisam também do decreto, acho que daqui para amanhã a gente assina”, disse.

Navio Patrulha Guanabara auxilia no monitoramento das praias piauienses

De acordo com Regina Sousa, o Governo Federal tem incentivado que os estados atingidos pelas manchas escuras decretem situação de emergência.

3.466 quilos de óleo registrados na costa litorânea do Piauí, segundo a Semar

 “O próprio ministro [do Desenvolvimento Gustavo] Canuto disse hoje que vão ajudar mais e que precisam do decreto, o que tem que ser feito está sendo feito como limpezas, monitoramento, tem um navio fazendo isso, ontem foi feito um sobrevoo e não viram óleo nas quatro milhas do litoral, porém [a Capitania dos Portos] vai  ficar monitorando”, explicou.

Fala da governadora em exercício Regina Sousa

Marinha do Brasil durante trabalho na Capitania dos Portos do Piauí

Matérias relacionadas

Sobe para sete o número de áreas do Delta do Parnaíba afetadas por manchas de óleo

Mais de três toneladas de óleo foram removidas das praias do Piauí

Regina acusa governo Bolsonaro de se omitir sobre óleo no Delta e nas praias do Piauí

Manchas de óleo chegam ao Delta do Parnaíba e em cinco praias do Piauí

Força Tarefa aguarda recursos de Prefeitura para retirar óleo da Praia de Atalaia

Navio Patrulha com 50 militares auxiliará limpeza do Delta do Parnaíba neste domingo

Capitania dos Portos inicia limpeza após detectar óleo no Delta do Parnaíba

Próxima notícia

Dê sua opinião: