Car Mais
CAR MAIS

Estrela dos cupês

Confira as novidades do mundo automobilistico


Mercedes-Benz GLE Coupé

Mercedes-Benz GLE Coupé Foto: Divulgação

Totalmente renovado em sua segunda geração, o Mercedes-Benz GLE Coupé chega ao Brasil em versão única, equipada como motor a diesel de seis cilindros em linha, sistema de tração 4Matic e distância de entre-eixos seis centímetros mais curta do que a configuração SUV, com preços a partir de R$ 675.900. 

O novo GLE Coupé é mais um exemplo da estratégia da marca alemã para atender a todas as necessidades dos clientes no segmento de SUVs premium. O modelo agora complementa essa família, que recebeu a versão SUV em março de 2020, apresentando novos design exterior e interior, nova motorização a diesel e alto nível de equipamentos de série. 

Assim como os modelos GLE e GLS, o GLE Coupé é fabricado em Tuscaloosa, no Alabama, Estados Unidos. “O novo GLE em sua segunda geração apresenta um design renovado inspirado nos modelos de duas portas aliado ao que temos de vanguarda em tecnologia automotiva”, promete Evandro Bastos, diretor de Produção da Mercedes-Benz Cars.
 linha 2021 do Fiat CronosRealce no design

A Fiat coloca no mercado a partir deste mês a linha 2021 do Cronos - o sedã do Argo -, apresentado em 2018. O sedã compacto teve 1.605 unidades emplacadas em outubro, com um acumulado anual de 12.852 unidades. Assim como ocorre com o hatch Argo, o Cronos se destaca pelo estilo arrojado típico do design italiano, aderindo agora à nova era da marca, iniciada com a Strada, o Argo e o Mobi. Para 2021, o Cronos recebeu na grade frontal a Fiat Flag (bandeirinha italiana estilizada) e o Logo Script (nova marca gráfica da fabricante). 

Com uma gama composta por cinco versões de acabamento, que oferecem duas motorizações flex (1.3 de até 109 cavalos e 1.8 de 139 cavalos, ambas abastecidas com etanol) e duas transmissões (manual de 5 marchas e automática de 6 velocidades), o modelo 2021, tem, conforme a marca italiana pertencente à FCA, um acabamento esmerado que, ao lado do design e do porta-malas de 525 litros, são apontados como os principais motivos de compra pelos clientes do segmento. 

A família do Cronos parte da versão 1.3 manual, com preço de R$ 63.390, segue com a Drive 1.3 manual, a R$ 66.990, a Drive 1.8 AT6, a 75.290, a Precision 1.8 AT5, a R$ 81.290, e a topo de linha HGT 1.8 AT6, a R$ 84.190.
acessórios originais da Caoa Chery (calhas de chuva)Só para aplicativos

A Didi Chuxing (DiDi), plataforma mundial de transporte móvel e serviços locais e dona da 99 no Brasil, apresentou o D1, primeiro veículo elétrico (EV) feito sob medida para atender ao mercado de transporte via aplicativo. 

Desenvolvido em parceria com a BYD Company Limited, maior fabricante global de veículos elétricos, os D1 serão lançados nos próximos meses por meio e leasing aos parceiros da DiDi nas principais cidades chinesas. A China é o maior mercado de transporte, mas é também o menos abastecido. A mobilidade compartilhada representa menos de 3% do total das demandas.

 A empresa pretende aumentar essa taxa para 8% até 2022. Batizado como “DiDi Smart Driver”, o D1 conta com um sistema único de assistência que interage com o motorista por meio de um painel, um assistente de voz a bordo e um volante inteligente. 

O Smart Driver integra todo o fluxo de serviço de recepção de corridas, desde a verificação do motorista, embarque até o pagamento e atendimento ao cliente. Sua função de gerenciamento de energia oferece recarga em tempo real e suporte de manutenção. De acordo com a DiDi, com 12,8 kwh/100 quilômetros, o D1 tem o maior nível de eficiência energética entre a categoria.
 Lamborghini Huracán STOCoração de campeão

A Automobili Lamborghini apresenta o Huracán STO - Super Trofeo Omologata -, um superesportivo homologado para a estrada, inspirado pela experiência na competição do protagonista do campeonato Huracán Super Trofeo EVO da Lamborghini Squadra Corse, assim como pelo três vezes vencedor das 24 Horas de Daytona e duas vezes das 12 Horas de Sebring, o Huracán GT3 EVO. 

Com a sua unidade motriz V10, naturalmente aspirada, de 640 cavalos, capaz de disponibilizar 57 kgfm de torque a 6.500 rpm, o Huracán STO de tração traseira oferece uma arrebatadora aceleração de zero a 100 km/h em três segundos e uma velocidade final de 310 km/h. Porém, o seu coração bate com a euforia e a emoção de um carro de competição. 

A eficiência aerodinâmica, o uso extensivo de materiais leves, a direção sem compromissos e o desempenho de frenagem de primeira classe garantem que o Huracán STO ofereça uma experiência de pista na estrada. No Velho Continente, o modelo tem preço de 249.412 euros (cerca de R$ 1,6 milhão).
acessórios originais da Caoa Chery (calhas de chuva)Aposta original

A Caoa Chery apresenta sua linha de acessórios originais, já disponível em toda a rede de concessionárias. São cerca de vinte itens exclusivos de comodidade, funcionalidade e segurança disponíveis a todos os modelos da marca. Entre os equipamentos oferecidos estão o módulo Tilt Down, as calhas de chuva, a bolsa pet, os estribos e os sistemas antifurto para estepe e rodas. 

Com o objetivo de atender e fidelizar os clientes que procuram por produtos originais, os acessórios foram desenvolvidos especialmente para os modelos da marca sino-brasileira, com garantia de fábrica. 

Os equipamentos importados só foram liberados para comercialização após aprovação em testes de validação de design e de funcionalidade conduzidos pela engenharia brasileira nos veículos nacionais. “A ampliação da Linha de Acessórios Originais Caoa Chery acompanha o crescimento da marca no Brasil. 

Estamos muito confiantes em trazer para o nosso consumidor mais opções de itens. Inclusive, essa ação nos possibilitou fechar novas parcerias comerciais com fornecedores locais que têm os mesmos pilares da nossa fabricante”, explica Flavio Simões, gerente-comercial de Peças e Acessórios da montadora.

McLaren ArturaCom assinatura das pistas

A McLaren Automotive trará toda a força de sua experiência em engenharia de propulsão híbrida para a classe de supercarros no próximo ano com a introdução do novo Artura, um Híbrido de Alto Desempenho (HPH, High-Performance Hybrid). O modelo tem chegada ao Brasil prevista para o segundo trimestre de 2021, com preço a ser definido por ocasião do lançamento no país. 

O Artura, completamente novo, abrirá uma linha inédita de produtos na McLaren, marcando o início de uma nova era para a empresa inglesa. Com base na experiência em eletrificação apresentada pela primeira vez no hipercarro híbrido P1, revelado em 2012, e mais recentemente no Speedtail, que entrou em produção neste ano como o modelo mais rápido da McLaren, com velocidade máxima superior a 402 km/h, o Artura será o primeiro HPH híbrido da marca produzido em série.

 “Cada elemento do Artura é totalmente novo ? da arquitetura da plataforma e todas as peças do trem de força HPH ao corpo exterior, interior e interface de pilotagem de ponta”, vibra Mike Flewitt, CEO da McLaren Automotive. O motor a combustão do Artura será um V6 biturbo.
 reutilização dos pneus usadosVelhos pneus servem para que?

O Brasil é o sétimo produtor mundial na categoria de pneus para automóveis e o quinto para caminhões e ônibus. Apenas em 2019, foram fabricados mais de 41 milhões de pneus de passeio. Do outro lado da operação, o setor é um dos mais engajados com a Logística Reversa de seus produtos. 

No ano passado, mais de 470 mil toneladas de pneus usados foram coletadas e destinadas de forma ambientalmente adequada. Esse resultado é fruto do trabalho de Logística Reversa feito pela Reciclanip, uma entidade ligada à Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip), criada em 2007 pelas fabricantes de pneus. Confira cinco formas de uso do pneu após a sua vida útil:
- Indústria cimenteira: pelo seu alto poder calorífico, os pneus inservíveis são utilizados como combustível alternativo em fornos de cimenteiras, em substituição ao coque de petróleo.
- Artefatos de borracha: o material retirado dos pneus usados dá origem a diversos artefatos, como tapetes para automóveis e pisos industriais e de quadras poliesportivas.
- Produtos laminados: os pneus não-radiais são cortados em lâminas que servem para a fabricação de percintas (utilizadas em indústrias moveleiras), solas de calçados e dutos de águas pluviais.
- Siderurgia: todo o aço retirado das calotas dos pneus durante os processos de trituração é retornado para as siderúrgicas.
- Asfalto-borracha: também chamado de ecológico, o asfalto-borracha é produzido com a adição de pó extraído dos pneus usados ao ligante asfáltico. Isso faz desse material muito mais resistente e durável do que o convencional.

Fonte: Automotrix

Próxima notícia

Dê sua opinião: