CRISE NA EDUCAÇÃO

Weintraub faz novo ataque: 'Chegou a hora de desmascarar o Exército'

Weintraub ironiza Bolsonaro em meio à crise do MEC. O ex-ministro da Educação faz ataques recorrentes ao governo e seus ex-aliados


Abraham Weintraub

Abraham Weintraub Foto: Arquivo/Rovena Rosa/Agência Brasil

Ex-ministro da Educação no governo Jair Bolsonaro (PL), o economista Abraham Weintraub (PMB) criticou, durante transmissão ao vivo hoje, o Exército brasileiro. O pré-candidato ao governo de São Paulo disse que é preciso "desmascarar quem domina o Exército brasileiro".

 "Quem participa do Exército brasileiro é o povo, soldado, sargento, tenente. O problema está no topo, quem controla o Exército há muitas gerações", disse.

Na avaliação de Weintraub, há "positivismo" no Exército. "Enquanto a gente não resolver o positivismo, a gente não consegue desmontar o comunismo, socialismo, a esquerda no Brasil", afirmou, se referindo à corrente filosófica.

Weintraub ironiza Bolsonaro em meio à crise do MEC. O ex-ministro da Educação faz ataques recorrentes ao governo e seus ex-aliados. Na sexta-feira (24), Weintraub ironizou o presidente da República em meio à crise envolvendo o também ex-ministro da pasta Milton Ribeiro. "Eu traí por ser honesto e permanecer honesto? Observe que o Jet Ski é da Marinha e a gasolina é paga com nossos impostos!", escreveu Weintraub, em uma postagem no Twitter acompanhada de uma foto do presidente andando de jet ski.

O MPF (Ministério Público Federal) afirma haver suspeitas de interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas investigações referentes ao ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, na Operação da Polícia Federal Acesso Pago.

Oposição protocola pedido de criação da CPI do MEC no Senado

Em evento para mulheres, Rejane e Rafael selam compromisso em defesa de políticas públicas

Fonte: UOL

Próxima notícia

Dê sua opinião: