Ministério Público vai apurar responsabilidade por tragédia

Franzé Silva reclama da Prefeitura que não fez a drenagem das águas em Teresina


Tragédia no Parque Rodoviário, em Teresina

Tragédia no Parque Rodoviário, em Teresina Foto: Reprodução/Facebook/Georgiano Neto

O Ministério Público do Estado vai ser provocado para que apure as causas e as responsabilidades pelo rompimento da lagoa no Clube da Telemar, matando uma dona de casa e um menino de 3 anos, ferindo outras 30 pessoas e destruindo várias casas no Parque Rodoviário, na zona Sul de Teresina, na noite de última sexta-feira (5).

O deputado Franzé Silva (PT) defendeu a investigação das causas e das responsabilidades pela tragédia que vitimou as duas pessoas e deixou pelo menos 65 famílias atingidas pela água das lagoa que se rompeu e levou tudo que encontrou pela frente.

Para Franzé Silva, a Prefeitura de Teresina tem parcela de culpa dessa tragédia, ao não construir galerias para a drenagem das águas da chuva e dos esgotos que ainda correm a céu aberto em vários bairros da capital.  

Pobreza

Franzé Silva também destacou o relatório do Banco Mundial divulgado no dia 4 passado mostra que a pobreza no Brasil passou de 7,3 milhões de pessoas para 43,5 mil desde o ano de 2004. Ele afirmou que todas as ações sociais adotados nos governo de Lula e Dilma foram aniquilados na gestão seguinte e o atual governo já demonstra que vai continuar agindo da mesma forma. “Já vemos pessoas de porta em porta pedindo comida, pedindo esmolas nos sinais. O crescimento está todo concentrado nas mãos de uns poucos”,

Fonte: Paulo Pincel

Próxima notícia

Dê sua opinião: