GUERRA

Israel chama de brincadeira a proposta do Hamas para cessar-fogo

"O Mossad está analisando atentamente o que nos foi apresentado”, afirma porta-voz do governo


Bombardeios em Gaza

Bombardeios em Gaza Foto: Mahmud Hams / AFP

As autoridades israelenses estão examinando cuidadosamente uma nova proposta de trégua em Gaza, apresentada pelo Hamas, conforme confirmou Avi Hyman, porta-voz do governo, nesta quarta-feira (7). Avi informou aos repórteres que o Mossad recebeu a notificação dos negociadores do Qatar. “Estamos analisando. O Mossad está analisando atentamente o que nos foi apresentado”. 

A proposta do Hamas envolve três fases, cada uma com duração de 45 dias. Na primeira fase, está prevista a libertação de reféns israelenses, incluindo mulheres, crianças menores de 19 anos, idosos e doentes, em troca de um número específico de prisioneiros palestinos. Além disso, a intensificação da ajuda humanitária, o deslocamento das forças para fora das áreas povoadas e o início das obras de reconstrução de hospitais, casas e instalações em toda a Faixa de Gaza seriam realizados. 

Na segunda fase, as negociações indiretas sobre os requisitos necessários para a continuação do cessar das operações militares seriam concluídas. Isso incluiria a libertação de todos os reféns mantidos em Gaza, civis e militares, em troca de um número determinado de prisioneiros palestinos, além de medidas humanitárias continuadas e reconstrução de infraestruturas. 

A terceira fase consistiria na troca de corpos e restos mortais de ambos os lados, enquanto a ajuda humanitária e a reconstrução é feita. O Hamas propõe que o acordo seja garantido pelo Egito, Catar, Turquia, Rússia e Nações Unidas, excluindo os Estados Unidos. 

Fonte: CNN

Siga nas redes sociais
Mais conteúdo sobre:
Próxima notícia

Dê sua opinião: