Número de processos analisados pelo INSS no Piauí cresceu quase 20% em abril

E o gerente é otimista. Ele acredita que o desempenho dos técnicos do órgão que gerencia vai melhorar ainda mais


William Machado, gerente em exercício do INSS

William Machado, gerente em exercício do INSS Foto: Luiz Brandão

 O número de processos analisados por técnicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), no Piauí, cresceu quase 20% no mês de abril em relação a março.

A informação é do gerente-executivo em exercício do INSS em Teresina, William Machado. Segundo ele, em março foram analisados pelos técnicos do Instituto, no Piauí, 5.975 processos. Em abril este número subiu para 7.089, quase 20% a mais que no mês anterior.

Todos os processos analisados são referentes a requerimentos de aposentadorias, pensões, salário-maternidade e outros benefícios previdenciários. Esses pedidos chegam diariamente nas agências da Previdência e ingressam nos sistemas do INSS.

Para o gerente do Instituto no Piauí, esse saldo positivo do trabalho é resultado de ações adotadas junto à equipe para otimizar o andamento dos processos e, com isso, melhorar o atendimento aos segurados.

De acordo com o William Machado, um exemplo dessas ações foi o mutirão realizado no 13 abril. "Foi um trabalho para diminuir a quantidade de processos represados. E foi um sucesso porque houve um grande engajamento dos servidores", diz William.

Dados do INSS em Teresina revelam que o resultado do mutirão do dia 13 de abril foi equivalente a dois dias de trabalho dos técnicos nas agências da Previdência Social no Piauí. Mais de 80 servidores participaram da ação.

"O mutirão foi muito produtivo e ajudou melhorar nossos índices de desempenho. Os servidores foram convidados para trabalho extra, num sábado, e mostraram garra e competência, além do compromisso com a instituição e do respeito aos cidadãos que precisam do INSS", explica o gerente William Machado.

Com os resultados de abril, a Gerência do INSS em Teresina ficou em primeiro lugar no Nordeste em número de processos analisados e concluídos. Mais de 7 mil foram retirados da "fila de espera".

E o gerente é otimista. Ele acredita que o desempenho dos técnicos do órgão que gerencia vai melhorar ainda mais. "Os colegas estão se esforçando ao máximo para concluir os processos. E também estamos contando com o reforço de servidores de outras áreas e que foram direcionados para fazer análises", diz William.

Neste mês de maio, os técnicos do INSS estão em novo "esforço concentrado" para melhorar o desempenho. Vão priorizar os casos que tratam do Salário-maternidade, benefício concedido a mães, seguradas do INSS, em caso de parto ou adoção.

"Estamos no Mês das Mães e, em homenagem a elas, estão sendo prioritários os casos que tratam do Salário-maternidade. Acredito que essa ação também vai ajudar melhorar mais os números referentes ao atendimento do INSS no Piauí", conclui William Machado.

Fonte: Assessoria do INSS

Próxima notícia

Dê sua opinião: