COVID-19

MP vai investigar dois prefeitos do Piauí que teriam "furado a fila" da vacina

O promotor de Justiça Edgar Bandeira, da 2ª Promotoria de Justiça de Uruçuí, informou que vai instaurar procedimento para apurar se a vacinação está ocorrendo de acordo com a normativa do Ministério da Saúde


Em Uruçuí, o prefeito Dr. Wagner, que tem 75 anos e é médico se vacinou com a Coronavac

Em Uruçuí, o prefeito Dr. Wagner, que tem 75 anos e é médico se vacinou com a Coronavac Foto: Reprodução internet

O Ministério Público do Estado do Piauí informou, nesta quarta-feira (20/01), que dois prefeitos piauienses que receberam doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19, serão alvos de procedimento para apurar a regularidade da campanha de imunização nos seus municípios.

O promotor de Justiça Edgar Bandeira, da 2ª Promotoria de Justiça de Uruçuí, informou que vai instaurar procedimento para apurar se a vacinação está ocorrendo de acordo com a normativa do Ministério da Saúde, responsável pela distribuição das doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Leia também:

DPE e Sejus discutem retorno dos internos do regime semiaberto ao sistema prisional

Governo lança campanha publicitária de vacinação sem vacina para população

Segundo a assessoria do Ministério Público, o promotor José Marques Lages, da 1ª Promotoria de Justiça de Caracol, instaurou notícia de fato para averiguar a denúncia e quais medidas podem ser adotadas para responsabilizar possíveis irregularidades cometidas pelo gestor.

O MP informou ainda que o promotor Eduardo Palácio, de Pio IX, também vai investigar o cumprimento das regras de vacinação no município, bem como o atendimento ao público alvo.

Prefeito de Guaribas, de 40 anos, tomou a vacina contra a Covid-19

Entenda o caso

Dois prefeitos de cidades do Sul do Piauí foram vacinados contra a Covid-19. Francisco Wagner Pires Coelho, de Uruçuí, conhecido como Dr. Wagner, do Progressistas, e Joercio Matias de Andrade (MDB), da cidade de Guaribas, foram os primeiros a serem vacinados nos municípios, causando muita polêmica. 

O prefeito de Guaribas tem 40 anos e é agricultor. Ou seja, não atende aos requisitos de grupos prioritários para a vacinação neste momento que estão voltados para profissionais de saúde, idosos acima de 75 anos e que moram em abrigos, além das comunidades indígenas.

O prefeito Joercio Matias confirmou à imprensa a sua vacinação e há imagens que registram sua imunização. Segundo ele, os profissionais de saúde também foram vacinados e que ele recebeu a imunização para servir de exemplo para a população.

De Guaribas, ele disse que vê as críticas como “má fé” e acredita que mais vacinas virão e que todos devem ser vacinados. O município de Guaribas recebeu 26 doses da Coronavac. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: