FURTO

Justiça Federal condena vigilante por furtar encomendas dos Correios em Altos

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar os furtos e identificou o vigilante através de câmeras de videomonitoramento


Correios

Correios Foto: Reprodução

Um vigilante dos Correios, que não teve o nome revelado, foi condenado a dois anos de prisão por furtar encomendas de dentro de uma agência no município de Altos, a 40 km de Teresina. A Polícia Federal  abriu um inquérito para investigar os furtos e identificou o vigilante, que é funcionário terceirizado, através de câmeras de monitoramento dos próprios Correios. 

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), que ofereceu denúncia, de setembro a novembro de 2018 foram furtadas 11 encomendas. A maioria dos produtos eram celulares e notebooks. Posteriormente, durante mandado de busca e apreensão, a polícia encontrou quatro aparelhos celulares com o suspeito e três foram furtados dos Correios. O vigilante confessou a prática do crime.

A decisão é da juíza Vládia Maria de Pontes Amorim, que apesar da fixação da condenação dos dois anos pelo furto qualificado, concedeu ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Próxima notícia

Dê sua opinião: