AGILIDADE

INSS põe urnas na porta das agências para receber documentos durante a pandemia no Piauí

O objetivo do serviço é agilizar a conclusão dos processos. As 32 agências do Piauí já estão com esse serviço


Agencias do INSS implantam

Agencias do INSS implantam "drive-thru" e voltam a funcionar Foto: Piauí Hoje

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) implantou nas 32 Agências da Previdência Social (APS) do Piauí o serviço chamado Cumprimento Expresso de Exigência, que é uma espécie de 'drive-thru' em que os segurados podem entregar a documentação que falta para análise dos seus requerimentos. A modalidade tem o objetivo de  agilizar a conclusão dos processos e está sendo adotada em todo o Nordeste.

Das 32 agências, cinco ficam em Teresina. O INSS colocou urnas nas portas das agências, onde o segurado poderá deixar um envelope lacrado com as cópias dos documentos solicitados pelo órgão. 

Vale lembrar que antes do segurado ir deixar os documentos nas portas das agências, é importante que ele verifique elos canais remotos – telefone 135 e Meu INSS (no site www.gov.br/meuinss ou no aplicativo para celulares), se há  pendências no requerimento e saber se realmente precisa ir  à uma unidade. Caso necessário, a documentação pode ser recolhida de segunda a sexta-feira, das 07h às 13h. É necessário que as cópias estejam legíveis e sem rasuras.

A 'exigência expressa', teve início de forma experimental no final de junho e agora passou a ser oficialmente estendida por todos os estados. O serviço foi criado porque os postos de atendimento do INSS estão fechados devido a pandemia da Covid-19, tendo em vista que seus segurados são pessoas idosas ou que já tem algum problema de saúde, o que as colocam no grupo de risco da Covid-19. Com os postos fechados, atrasa mais ainda a análise dos benefícios pendentes. 

Urnas implantadas nas portas das agências do INSS em Teresina



O fechamento temporário do INSS começou em março com a chegada da pandemia do novo coronavírus. A reabertura gradual de agências do INSS está prevista para o dia 3 de agosto.

Como funciona a entrega da documentação

No momento da entrega, o segurado ou seu representante legal deverá preencher um formulário, assinar e colocar o envelope com as cópias da documentação devidamente lacrado. Do lado de fora do envelope, deve constar os seguintes dados:

  • Nome completo do segurado;
  • CPF do segurado;
  • Endereço completo com CEP;
  • Número do telefone do segurado com o DDD, ou telefone para recado com o nome de quem o receberá;
  • Endereço de e-mail, se tiver;
  • Data em que o envelope está sendo deixado na agência

O INSS não aceita documentos originais, pois depois do processo de digitalização que é realizado pelos servidores e o encaminhamento dos arquivos para as demais áreas de análise, o conteúdo do envelope será destruído. 

Não haverá nenhum tipo de informação específica sobre benefício ou orientações gerais nas agências O segurado que entregar a documentação poderá acompanhar o andamento de seu processo pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Próxima notícia

Dê sua opinião: