EDUCAÇÃO

COE autoriza o retorno das aulas 100% presenciais no Piauí

Crianças de 5 a 11 anos, que ainda não receberam a vacina contra a Covid-19, poderão permanecer em ensino híbrido ou remoto


COE aprova retorno presencial de aulas no Piauí

COE aprova retorno presencial de aulas no Piauí Foto: SESAPI

O Governo do Estado, através do Comitê de Operações Emergenciais do Piauí (COE-PI), aprovou, nesta quarta-feira (12), o retorno presencial obrigatório de aulas para as redes pública e privada de ensino em 2022. Estão liberadas as aulas presenciais, para todos os níveis desde, a pré-escola até a pós-graduação. 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a decisão da retomada se deve à redução de casos graves da Covid-19 e ao avanço da vacinação contra a doença. Entre as medidas, será exigido o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para professores, demais trabalhadores e alunos, com exceção daqueles não imunizados por não estarem ainda contemplados no calendário vacinal do Programa Nacional de Imunização – PNI. 

De acordo com o secretário de saúde do Piauí, Florentino Neto, crianças de 5 a 11 anos que ainda não receberam a vacina contra a Covid-19 poderão permanecer em ensino remoto ou híbrido. A decisão ficará a cargo dos pais ou responsáveis. Para o regresso, a Vigilância Sanitária do Estado (Divisa) produziu protocolo com medidas sanitárias a serem seguidas por escolas e universidades, a fim de evitar a propagação da Covid-19. O documento foi revisado pelo COE.

As aulas poderão retornar nas datas definidas anteriormente pelas escolas e secretarias de Educação e deverão seguir todas as normas do Plano de Medidas Sanitárias.

Internet da Piauí Conectado revoluciona educação no Estado

Mãe entra na Justiça contra Colégio Objetivo por negar matrícula ao filho autista

Governador diz que Estados negociam compra direta da vacina para imunizar crianças


Fonte: SESAPI

Próxima notícia

Dê sua opinião: