UESPI

Aluna da Uespi conquista 2º lugar na VI Jornada Científica da Embrapa Meio-Norte

O trabalho foi executado por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica


Thais Santiago apresentando trabalho científico na V Jornada em 2019

Thais Santiago apresentando trabalho científico na V Jornada em 2019 Foto: Divulgação/Governo do Piauí

A estudante Thais Santiago de Sousa, aluna do 9º Período do curso de Engenharia Agronômica, da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), conquistou o 2º lugar na VI Jornada Científica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Meio-Norte, com a premiação na modalidade Iniciação Científica.

O trabalho “Componentes da produção do milho inoculado com bactérias promotoras de crescimento vegetativo” foi executado por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic). A pesquisa trata da avaliação da produtividade do milho, em resposta à inoculação com Azospirillum brasilense e Herbaspirillum seropedicae, bactérias diazotróficas endofíticas, promotoras de crescimento vegetal.

Segundo a autora do trabalho, os baixos níveis de produtividade da cultura do milho são um problema, especialmente para os pequenos produtores, tendo como a principal causa a baixa disponibilidade de nitrogênio – nutriente mineral que exerce maior influência na produtividade de grãos e o que mais onera o custo de produção. Além da necessidade de reduzir custos com adubação nitrogenada, também é crescente a preocupação com a poluição dos recursos hídricos e da atmosfera causados pelo uso inadequado de fertilizantes nitrogenados, em virtude da instabilidade desse nutriente.

“No trabalho, mostramos estratégias de manejo da lavoura que possam atender a demanda nitrogenada do milho, com baixo custo de produção e limitado impacto ambiental, beneficiando assim os produtores e o meio ambiente”, explicou a aluna.

Título do trabalho da aluna Thais, vencedor do segundo lugar na VI Jornada Científica

Conquista

A aluna ressalta ainda que esse trabalho proporcionou a ela mais conhecimento sobre o mundo da pesquisa. “Com o desenvolvimento desse trabalho, aprendi desde a organização do material para análises laboratoriais até a elaboração e apresentação de publicações técnico-científicas. Estou muito feliz pelo reconhecimento da Embrapa e pretendo continuar desenvolvendo pesquisas e contribuindo com a sociedade”, disse a 2ª colocada na VI Jornada Científica da Embrapa Meio-Norte.

A orientadora da pesquisa, engenheira agrônoma e pesquisadora da Embrapa Meio-Norte, Rosa Maria Mota, aguardava com otimismo o resultado do trabalho desenvolvido com a aluna. “Eram 34 trabalhos de excelente qualidade técnica-cientifica e seriam avaliados não só pela elaboração do resumo, mas também pela apresentação e arguição. Então, acreditei muito na qualidade do trabalho e na competência da Thais, e fiquei na espera com otimismo. E, assim sendo, quando saiu o resultado, eu fiquei muito orgulhosa”, finalizou a pesquisadora.

Fonte: Governo do Piauí

Próxima notícia

Dê sua opinião: