Conheça os principais estádios de futebol da China

Tecnologias e sistemas de segurança das arenas do campeonato chinês são exemplos para o mundo


Estádio de futebol

Estádio de futebol Foto: Divulgação

Imagine um país apaixonado pelo futebol, com grandes clubes, grandes craques e com um campeonato muito disputado e rentável. Se você pensou no Brasil, se enganou. O esporte da bola redonda é uma paixão nacional no terceiro maior país do mundo.

Por falar em população, estima-se que a China tenha 1,4 bilhão de habitantes. 15% dos chineses acompanham o futebol. É muita gente! Não é a toa que bons jogadores atuam na Superliga, o Campeonato Chinês de futebol. Entre eles, muitos brasileiros se destacam na competição, como é o caso do volante Renato Augusto, da Seleção Brasileira, e do atacante Alexandre Pato, ex-Milan e Corinthians.

Um dos segredos do futebol chinês para ser tão rentável é que seus clubes são comandados por empresas, sejam elas privadas ou públicas. Os nomes da maioria dos times são de empresas. Porém, essas nomenclaturas já estão com os dias contados, pois a Federação Chinesa de Futebol implantou uma norma proibindo nomes de equipes diretamente relacionados a empresas. Os clubes têm até 2021 para fazer a troca. O governo também tem papel importante, concedendo isenção fiscal de parte dos valores investidos pelas empresas no esporte. Ajuda financeira para times apoiados por empresas públicas também são bens comuns. 
 

O presidente Xi Jinping é um apaixonado pelo esporte e sonha em trazer uma Copa do Mundo para o território chinês. Embalado pela medalha de ouro conquistada pelos chineses na Olimpíada de Pequim em 2008, o político já quer levar o país de volta ao Mundial em 2022, quando a Copa será disputada por 48 seleções. Jinping vê o futebol como um importante instrumento na relação do país com o ocidente, além de uma interessante oportunidade para negócios. 

Todo o esforço tem justificativa. O grande valor gasto em contratações vai retornar como receita graças ao aumento do público e do consumo de produtos, por exemplo.

Os estádios da Superliga

A Superliga Chinesa é disputada por 16 clubes, sendo que 14 são comandados por empresas. Cada clube possui a sua arena, que recebe uma boa média de público. Todos os estádios são modernos, confortáveis e equipados com sistemas de segurança de alta tecnologia, com o objetivo de preservar seus torcedores.

Conheça os seis maiores estádios da China.

Estádio Nacional de Pequim
O Estádio Nacional de Pequim, também conhecido como Ninho de Pássaro por conta de sua arquitetura, é um estádio que faz parte da Olympic Green, em Pequim, na China. A obra do estádio foi completada em Março de 2008, após 5 anos de construção. Foi o palco das cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de Verão do mesmo ano. Apesar de ser o maior estádio do país, não é utilizado fixamente por nenhum clube.

Shanghai Stadium

Inaugurado em 1997, o Shanghai Stadium é a casa do Shanghai SIPG e tem capacidade para 56.842 lugares. A Arena ainda possui um hotel, o Regal East Asia, com 338 quartos para os clientes.

Tianhe Stadium

Sede da final da primeira Copa do Mundo feminina de futebol, em 1991, vencida pelos Estados Unidos, este estádio é um dos mais modernos da China e tem capacidade para 50 mil pessoas. O Guangzhou Evergrande comanda seus jogos na arena.

Nanjing Olympic Sports
Inaugurado em 2005, o estádio do Jiangsu Suning foi projetado pelos mesmos arquitetos que fizeram a arena das Dunas, em Natal. Sua capacidade é de 61.443 torcedores.

Tianjin Olympic Center
O estádio com capacidade para 54.696 pessoas recebe os jogos do time da cidade, o Tianjin Teda, que também tem o Teda Football Stadium, com 37 mil lugares.

Estádio dos Trabalhadores
Em Chaoyang, o Estádio dos Trabalhadores é um dos mais tradicionais da China. Com 66 mil lugares, a arena foi uma das sedes do campeonato de futebol na Olimpíada de Pequim. É a casa do Beijing Guoan, que tem uma das mais fanáticas torcidas do Chinesão.

Segurança nos estádios

Com todo o investimento, o futebol chinês tornou-se um dos mais vistos do mundo. O público também tem comparecido em peso nos estádios. Com isso, os ânimos ficam acirrados, provocando muita confusão. Por isso, a segurança é feita pela polícia e pelo exército. Enquanto a polícia fica na entrada e faz a revista, o exército cuida dos torcedores no lado de dentro. Sua presença já inibia qualquer tentativa de invasão de campo e princípio de confusão.

Mass para garantir cada vez mais segurança nos estádios, o país está investindo pesado na tecnologia. Hoje já é possível encontrarsistemas de segurança utilizando inteligência artificial nos estádios como câmeras de vigilância, sistemas de acesso, etc.

Hoje o país investe pesado em sistemas de vigilância que utilizam câmeras com reconhecimento facial. O sistema funciona de modo semelhante ao imaginado pelo cineasta Steven Spielberg, no filme Minority Report. Este sistema trouxe o primeiro resultado positivo ao capturar um foragido durante um show no estádio de Nangchang, capital da Província de Jiangxi, em abril do ano passado. Seu rosto foi reconhecido no meio de um público de mais de 50 mil pessoas e o suspeito foi imediatamente preso. Outra novidade são os óculos utilizados pelos seguranças, que fazem a identificação de uma pessoa por meio do reconhecimento facial. Incrível, não acha? A ideia do governo é implantar mais de 400 milhões de câmeras até 2020.edacao

Fonte: Daiana Barasa - Assessora de Comunicação

Próxima notícia

Dê sua opinião: