FUTEBOL

Com gol da piauiense Adriana, Corinthians é tricampeão da Libertadores feminina

Adriana sofreu racismo na semifinal e cobra punições


Corinthians é tricampeão da Copa CONMEBOL Libertadores Feminina

Corinthians é tricampeão da Copa CONMEBOL Libertadores Feminina Foto: Staff Images Woman

Neste domingo (21), em Montevidéu, o Corinthians venceu o Santa Fé, da Colômbia, por 2 a 0 e se tornou tricampeão da Libertadores Feminina. Os gols foram marcados pela piauiense Adriana e Gabi Portilho. Na comemoração, Adriana comentou sobre a superação que teve que passar após sofrer um insulto racista na semana passada.

O ato racista ocorreu depois que Adriana marcou, cobrando pênalti, o sexto gol da vitória alvinegra sobre o Nacional-URU. A partida terminou com a vitória de 8 a 0 do Corinthians e com um gesto de punho cerrado por parte da Adriana, em protesto acompanhado por todo resto do elenco corintiano em manifestação.

"A gente fica muito triste, porque a gente trabalha muito para isso, um campeonato tão importante como a Libertadores... acho que fica um reflexão para a Conmebol fazer as devidas punições para atletas, e nós fazermos o máximo dentro de campo",  comentou Adriana, em entrevista coletiva concedida logo após o título em Montevidéu.

A piauiense disse ainda que a vitória significa muito, pois desde o início do ano o time estava engasgado com a Libertadores que perdeu na edição de 2020. "Viemos para cá para ser campeãs... na verdade, tricampeãs. Trabalhamos muito durante esses 21 dias, passando por um episódio meio desconfortável para mim. Não só para mim, mas para todas do elenco. Mostramos a nossa garra e vontade dentro de campo. É isso que nos torna diferentes".                                                                                      Corinthians foi Tri da Libertadores (Foto: Conmebol/Divulgação)

Por fim, Adriana também comentou a respeito do nível do torneio. " Acho que melhorou bastante da primeira vez que a gente jogou. Os outros times evoluíram bastante, a gente pode ver, não foram placares tão altos como a gente fez na outra Libertadores, houve um crescimento. Temos certeza que que os jogos vão ficar cada vez mais difícil e o nível vai subir sempre mais".

Fonte: Com informações da CBF

Próxima notícia

Dê sua opinião: