EMPRESA

Startup brasileira acelerada pela AMBEV entra para o Pacto Global da ONU

No total, a startup possui 19 hubs de coleta distribuídos entre São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.


Projeto

Projeto Foto: Divulgação

A brasileira Green Mining, startup de logística reversa inteligente acelerada pela Ambev desde 2018, acaba de ser convidada para integrar o grupo de empresas do Pacto Global da ONU, maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo. A Green Mining faz parte da Aceleradora 100+, programa da Ambev que impulsiona projetos e ideias com soluções inovadoras para os principais problemas socioambientais da atualidade. A startup desenvolveu, junto à companhia, um projeto de destinação correta de vidro que recolhe embalagens em bares, restaurantes e condomínios, e encaminha para reciclagem na fábrica de garrafas da Ambev. Até o momento, a Green Mining coletou mais de 960 toneladas de embalagens e evitou 160 toneladas de emissões de CO2. No total, a startup possui 19 hubs de coleta distribuídos entre São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Fonte: Ascom AMBEV

Próxima notícia

Dê sua opinião: