PESQUISA

No Piauí, seis em cada dez domicílios receberam auxílio emergencial em junho

Apenas o Amapá (67,3%), o Maranhão (66,5%), o Pará (63,7%), e o Amazonas (61,8%) tiveram percentuais maiores que o Piauí (60,8%)


Desempregados na fila por uma oportunidade de trabalho

Desempregados na fila por uma oportunidade de trabalho Foto: Thiago Queiroz/Estadão Conteúdo

De maio a junho, passou de 56% para 60,8% o percentual de domicílios que receberam auxílio emergencial no Piauí. Isso significa que aproximadamente 566 mil residências piauienses foram beneficiadas em junho. No Brasil, o percentual de lares que receberam auxílio emergencial subiu de 38,7% em maio para 43% em junho, o que equivale a 29 milhões de domicílios beneficiados no último mês.

  Apenas o Amapá (67,3%), o Maranhão (66,5%), o Pará (63,7%), e o Amazonas (61,8%) tiveram percentuais maiores que o Piauí (60,8%) em relação aos domicílios que receberam auxílio emergencial em junho. O Piauí se manteve na 5ª posição nesse quesito, assim como no mês de maio.

A média do rendimento proveniente de auxílio emergencial recebido pelos domicílios piauienses também cresceu, chegando a R$ 970,00 em junho. A média do estado havia sido R$ 955,00 em maio. O Piauí tem média superior ao Brasil, cujo rendimento médio proveniente de auxílio emergencial foi de R$ 881,00 em junho e R$ 845,00 em maio.


Fonte: Ascom IBGE

Próxima notícia

Dê sua opinião: