PPP

Conselho gestor de Angical aprova estudos de viabilidade para PPP Cidades Inteligentes

O projeto prevê a instalação de um Centro de Controle e Operação (CCO) que irá integrar o sistema de iluminação pública e as soluções tecnológicas da infraestrutura de telecomunicações via fibra óptica


PPP

PPP Foto: Divulgação

Os benefícios da parceria público privada (PPP) de Cidades Inteligentes em Angical do Piauí, município localizado no Centro-Norte piauiense, há 130 km de Teresina, englobam tanto fatores econômicos quanto sociais. De acordo com os estudos, o projeto prevê a eficientização de todo o parque de iluminação pública da cidade.

A partir da substituição de todas as luminárias por lâmpadas de LED, a redução projetada do consumo vai na ordem de 54,88%. O projeto prevê, ainda, a geração de energia fotovoltaica, através do sistema de microgeração distribuída com instalação de placas solares nos telhados de edificações públicas, reduzindo em 81,14% o custo com energia predial do município.

Valença vai receber miniusina de energia solar da PPP de Energias Limpas

Parceria entre UZE e Grupo Jorge Batista fortalece varejo do Piauí

Procura por seguro de vida cresce na pandemia em todo país


Além da disponibilização de internet para todos os prédios públicos, o projeto prevê a disponibilização de 8 pontos de Wi-Fi público para a população, visando à democratização do acesso à internet, e 11 pontos de videomonitoramento, trazendo mais segurança para o município. As imagens reproduzidas pelas câmeras serão disponibilizadas através da rede de telecomunicações para auxiliar as forças de segurança pública. Assim, o CCO monitora a cidade em tempo real e auxilia no trabalho das forças de segurança.

Angical do Piauí, que possui uma população de 6,7 mil habitantes, é a primeira cidade do estado a receber e aprovar os estudos de viabilidade para PPP de Cidades Inteligentes. O investimento total a ser efetivado pelo parceiro privado atinge a ordem de R$ 5.185.527,78.

Os estudos de viabilidade de Angical foram apresentados nesta segunda-feira para prefeito, secretários e vereadores da cidade. "Tivemos a alegria de ser uma das 11 primeiras cidades a assinar o acordo de cooperação para o programa PPP Piauí Cidades Inteligentes. Não tenho dúvidas de que sairemos na frente não só nessa parte de estruturação do projeto, mas também de implementação desse trabalho", disse o prefeito de Angical, Bruno Neto.

Os estudos foram realizados pela Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) em parceria com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC) e indicam a viabilidade de implantação da PPP de Cidades Inteligentes no município. O conselho gestor de projetos do município já aprovou os estudos e agora será aberto o prazo de consulta pública. "Vamos disponibilizar todos os documentos para a população em geral conhecer o projeto e dar sugestões", explicou a superintendente da Suparc, Viviane Moura.

Fonte: Ascom PPP

Próxima notícia

Dê sua opinião: