BLOQUEIO

Sindicato dos Bancários acusa Prefeitura de Teresina de dificultar o acesso às agências

De acordo com o Sindicato, os bancários estão sendo multados por estacionar os veículos nas ruas


Bloqueio no Centro de Teresina para evitar aglomerações

Bloqueio no Centro de Teresina para evitar aglomerações Foto: Strans

Desde segunda-feira (13/07), a Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), realiza o bloqueio de várias vias do Centro de Teresina para restringir a circulação de carros. A medida da prefeitura se deu após o registro de aglomerações no Centro da capital.  O Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF/PI) denunciou na manhã de hoje (17), que a Prefeitura vem dificultando o acesso dos bancários às agências. 

"A medida não é flexível para quem está prestando serviço essencial, como os bancários, que mesmo se identificando e conseguindo passar, acaba sendo multado pela Strans. Como os estacionamentos particulares estão fechados, os bancários estão sendo obrigados a estacionar próximo a sua agência em via pública", disse o Sindicato.

A denúncia do Sindicato é a respeito das multas em que os bancários estão recebendo da Strans por estacionarem seus veículos nas ruas, em locais mais próximos às agências já que os estacionamentos estão fechados em decorrência dos decretos que proíbe o funcionamento das atividades econômicas não essenciais.

"O SEEBF/PI espera  que a Prefeitura faça o reconhecimento do trabalho dos bancários, que estão na linha de frente prestando serviço ao público, mesmo diante da pandemia e flexibilize a passagem dos bancários que precisam chegar em suas agências para atender ao público mesmo na pandemia", conclui o Sindicato.

A Strans enviou uma nota para o Piauíhoje.com e disse que o acesso às ruas interditadas do centro está liberado para os trabalhadores que comprovam exercer as atividades nesta área da cidade e que não se aplica multa por essas razões, portanto, a multa é aplicada quando há outras irregularidades como estacionar em local proibido por exemplo.

Veja a nota da Strans na íntegra:

A Strans esclarece que é liberado o acesso nas ruas interditadas do centro da cidade para os trabalhadores que comprovam exercer atividades nessa área da cidade, como bancários e outros profissionais.

Informa que não aplica penalidades a condutores por essa razão, mas alerta que são passíveis de penalidades as condutas como manusear e falar ao celular enquanto dirige, sem o cinto de segurança e estacionar em local proibido, entre outras atitudes irregulares.

Próxima notícia

Dê sua opinião: