PARCERIA

RFCC-PI recebe apoio no desafio de combater o câncer infantojuvenil no Brasil

Para auxiliar no combate do câncer infantojuvenil, a Rede mantém a Casa de Apoio à Criança com Câncer – Lar de Maria


Parceria

Parceria Foto: Divulgação

O câncer infantojuvenil é um grande desafio a ser enfrentado no Brasil, sendo a enfermidade que mais mata crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Diante disso e sempre em alerta a essa estatística, a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí (RFCC-PI) há mais de três décadas trava essa luta social no enfrentamento oncológico, chegando a atender anualmente cerca de 840 crianças e adolescentes diagnosticados com a doença.

Para auxiliar no combate do câncer infantojuvenil, a Rede mantém a Casa de Apoio à Criança com Câncer – Lar de Maria, que ao longo de 20 anos reduziu em mais de 90% o abandono do tratamento contra o câncer infantojuvenil no Piauí. Além de hospedagem, o Lar oferece alimentação, material de higiene pessoal, roupas, calçados, brinquedos, cestas de alimentos, auxílio para aquisição de medicamentos, viabiliza o transporte dos pacientes por meio da compra de passagens, atividades socioeducativas e de lazer. Ações que asseguram a permanência de centenas de famílias a prosseguir no tratamento oncológico de seus entes.

“Após o Lar de Maria as crianças e adolescentes tiveram a oportunidade de concluir o seu tratamento, por meio de uma estrutura totalmente voltada para acolher tanto o paciente, como também seu acompanhante, com um apoio que vai desde o psicológico até o financeiro”, afirmou a presidente da RFCC-PI, Carmen Campelo.

Para assegurar todo o tratamento e acompanhamento dos pacientes, a RFCC-PI sempre contou com o apoio de outras instituições, organizações e empresas que também se sensibilizam com a causa do paciente oncológico. Um desses parceiros de longas datas é o Instituto Ronald McDonald, que esse ano, juntamente com a Hyundai Motor Brasil lançaram a campanha “Sorte Acelerada”, um projeto social em prol de milhares de crianças e adolescentes com câncer e suas famílias. Essa ação vai sortear, no dia 09 de setembro, pela Loteria Federal, um carro Hyundai HB20 0Km Nova Geração Versão Sense Modelo 2020 1.0cc.

Através da Sorte Acelerada, a RFCC-PI e mais 30 instituições beneficiadas arrecadarão recursos que serão investidos na causa da oncologia pediátrica do país. O desafio é vender 500 mil cupons no valor de R$10,00 cada, que serão revestidos para todas as instituições envolvidas com a campanha. Devido ao cenário mundial com a pandemia do Coronavírus, os cupons podem ser adquiridos sem sair de casa, através do site https://sorteacelerada.org.br/compraonline/#/380000806.

Dessa forma toda sociedade pode colaborar com a ação, que além de concorrer a um carro HB20 0Km, ainda ajudará a trazer esperança e aumentar as chances de cura de milhares de crianças e adolescentes com câncer no país. Uma delas é a Vyrna Lavine, de 12 anos, natural do município de Pedro II, a paciente descreve a importância do Lar de Maria em sua vida. “Essa Casa representa para mim um apoio que eu preciso para concluir o meu tratamento. Tudo que preciso eles estão sempre prontos para me ajudar. Eu sinto como se fosse minha segunda casa, a gente se apega aos outros pacientes, que tem histórias parecidas com a minha e eles são como fossem meus irmãos, amigos que aprendi a conviver. Agradeço a toda equipe que me acolheu”, ressalta a paciente.

A presidente da RFCC-PI, Carmen Lúcia Campelo, destaca que a participação popular na compra dos cupons é de extrema importância para ajudar no combate ao câncer no Piauí. “Contamos com todos na aquisição dos cupons da campanha Sorte Acelerada. Temos visto muitos resultados positivos no tratamento oncológico no Estado, e isso é graças a união de forças em prol dessa causa, que é encabeçada na maioria das vezes, por nós da RFCC-PI. E agora, no meio dessa pandemia, temos esse apoio do Instituto Ronald McDonald e da Hyundai que será de grande valor”, disse a presidente.

 Paciente Vyrna Lavine

Fonte: Iconenoticia

Próxima notícia

Dê sua opinião: