TRÂNSITO

Região do bairro Piçarra sofre mudanças no trânsito a partir de sábado (20)

Segundo a Strans, as mudanças irão melhorar o trafego de veículos que se deslocam para o centro


Mapa mostra intervenções no trânsito no bairro Piçarra

Mapa mostra intervenções no trânsito no bairro Piçarra Foto: Divulgação

A partir de sábado (20), a região do bairro Piçarra, zona Sul de Teresina, começa a passar por várias intervenções no trânsito. A primeira mudança será com o binário das ruas Odilon Araújo e Picos, que terão os sentidos bairro/Centro e Centro/bairro, respectivamente. Segundo a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), a mudança visa melhorar o tráfego dos condutores que se deslocam da ponte Ancelmo Dias para o Centro da capital.

O diretor de trânsito e sistema viário da Strans, José Falcão, disse que as mudanças beneficiarão os comerciantes do bairro e os clientes que encontram dificuldades no fluxo do trânsito. “Essa região é muito movimentada por causa dos empreendimentos que existem no local e há grande fluxo de condutores e pedestres. Por isso, iremos fazer várias intervenções, tornando algumas ruas sentido único, melhorando a sinalização e proporcionando alternativas de rotas para a população. Com isso, quem faz compras na região vai sentir uma melhora significativa”, declarou o diretor.

Ao longo dos meses de maio e junho, a Strans participou de reuniões com os comerciantes do bairro Piçarra para explicar as mudanças no trânsito que seriam feitas na região. Além de mostrar o projeto, os gestores da superintendência ouviram sugestões e tiraram todas as dúvidas dos trabalhadores. Para a administradora do Mercado da Piçarra, Glória Silva, estas reuniões são importantes para esclarecer as dúvidas e explicar como ficará o trânsito após as intervenções. 

“Sabemos que sempre que têm mudanças as pessoas estranham um pouco, mas tendo estas reuniões, os comerciantes podem ir se acostumando e entendo a necessidade das intervenções. Achamos que pode melhorar para nós e para os clientes também”, afirmou a administradora.


Fonte: Strans

Próxima notícia

Dê sua opinião: