CORONAVÍRUS

PMT proíbe abertura de supermercados neste fim de semana em Teresina

O prefeito de Teresina diverge do governador Wellington Dias e manda fechar os supermercados


Supermercados não irão funcionar no final de semana em Teresina

Supermercados não irão funcionar no final de semana em Teresina Foto: Ãlinny Maria

O decreto assinado pelo prefeito de Teresina  Firmino Filho (PSDB) endurece as medidas de isolamento social neste fim de semana na capital com o objetivo de evitar a propagação do novo coronavírus.O governador Wellington Dias (PT) também publicou decreto com medidas rígidas em todo o estado com o mesmo objetivo. A diferença é que o decreto do governador não proibia o funcionamento dos supermercados no final de semana, já o decreto do prefeito determina que esses estabelecimentos não funcionem.

O Piauihoje.com teve acesso a vídeo onde é possível ver Guardas Municipais durante fiscalização no Mercado do Dirceu, zona Sudeste da capital, anunciar que os mercados não irão funcionar este final de semana. 


Os dois decretos com medidas mais rígidas têm o intuito de reabrir as atividades econômicas no dia 06 de julho. De acordo com o decreto de Firmino Filho, os mercados e supermercados só podem funcionar até hoje (26) e só irão reabrir na segunda-feira (29) conforme as determinações que constam no Decreto 19.859. O decreto que prevalece em Teresina é o municipal.

Nesta sexta-feira (26), só pode funcionar os mercados, supermercados, hipermercados e congêneres; panificadoras e padarias; borracharias; serviços bancários exclusivamente para pagamento de auxílio emergencial e benefícios sociais e autoatendimento e Casas lotéricas.

Já no sábado (27) e domingo (28), só poderá funcionar em Teresina as farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; delivery exclusivamente para alimentação e órgãos de comunicação.

Os serviços públicos tais como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, deverão funcionar entre os dias 27 e 28 de junho respeitando as determinações sanitárias expedidas para a contenção do novo coronavírus, inclusive quanto aos atendimentos emergenciais.

 A fiscalização das medidas determinadas neste Decreto será exercida pela vigilância sanitária municipal, em articulação com os serviços de vigilância sanitária federal e estadual, e com o apoio da Guarda Civil Municipal, da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito - STRANS, da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Secretaria de Transportes - SETRANS/PI. 

Em caso de descumprimento das medidas sanitárias, estão sujeitos à aplicação de multa, interdição total das atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento.

VEJA O DECRETO!

Próxima notícia

Dê sua opinião: