ZONA LESTE

Centro de Zoonoses monitora caso de raiva canina em Teresina

Uma cadela é suspeita de ter contraído a doença. Em um primeiro teste, o resultado foi positivo e são esperados novos exames para que seja comprovada a suspeita


Cachorro

Cachorro Foto: Canal do Pet - iG

O Centro de Zoonoses de Teresina está acompanhando uma suspeita de raiva canina em Teresina. Uma cadela mordeu uma senhora na zona Leste da cidade e um primeiro exame apontou par a raiva. A capital não registra casos de raiva já 27 anos.

Segundo o diretor da Zoonoses, Paulo Marques, a suspeita está sendo investigada. "Ainda não podemos dizer que é um caso, porque só podemos afirmar se ela [cadela] reagir positivo em todos os testes. Foi feito um teste. Estamos aguardando o segundo, que o resultado vai demorar 21 dias e o material também foi enviado para São Paulo para fazer um terceiro teste, que vamos ter que aguardar também", repassou.

A cadela estava no bairro Aroeiras e as equipes da Zoonoses já estão monitorando os animais da região. Teresina já recebeu 200 mil doses para a campanha antirrábica. Segundo o diretor, as seringas para a campanha serão disponibilizadas pela Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) e já estão na capital.

"A nossa campanha desse ano está faltando apenas receber parte dos materiais necessários, que a Fundação já adquiriu, só que a empresa tem um prazo para entregar. Temos 200 mil vacinas já guardadas, as seringas já estão em Teresina e serão fornecidas pela Secretaria de Saúde. Eles já comunicaram que podemos ir buscar. Somente esses outros que precisamos aguardar, as quentinhas que serão contratadas, camisas, cartazes, outros materiais que fazem parte da campanha", explicou o diretor do Zoonoses.

Próxima notícia

Dê sua opinião: