Professor pode pegar celular de aluno?


Professor pode pegar celular de aluno

Professor pode pegar celular de aluno Foto: imagem: Pexels.com

Os estudantes estão cada vez mais envolvidos com as distrações do mundo digital, por isso alguns docentes chegam a tomar os dispositivos móveis durante a aula. Mas, será que o professor pode pegar celular do aluno? 

Durante muitos anos, as escolas proibiram o uso de aparelhos celulares em sala de aula. No entanto, a tecnologia passou a fazer parte do dia a dia dos estudantes, por isso é mais saudável que os educadores encontrem formas de incluir o smartphone como uma ferramenta de aprendizagem ao invés de lutar contra ele. 

Neste artigo, descobriremos se um professor pode pegar celular de aluno ou não. Além disso, também apresentamos dicas de como fazer uso do aparelho em sala de aula em prol do conhecimento. Acompanhe!

Afinal, o professor pode pegar celular de aluno?

Quando o estudante deixa de prestar atenção no conteúdo da aula para se distrair com jogos e redes sociais, ele está apresentando um comportamento inadequado, que pode muitas vezes constar no relatório individual do aluno.

O fato do professor tomar o celular do aluno é um tema controverso que divide opiniões de advogados. 

Contra a medida

Alguns especialistas acreditam que apreender o celular de um estudante não é a melhor medida a ser tomada, mesmo quando existe uma lei em vigor que proíbe o uso de celulares durante o período de aula.

De acordo com este ponto de vista, o fato da professora aprender o dispositivo e não devolver ao final da aula é uma medida autoritária, que não está prevista no regimento escolar. 

Caso o professor queira, de fato, apreender o celular de um aluno, ele deve devolver o aparelho no final da aula ou chamar os pais do estudante para entregar pessoalmente. 

Quando o docente cria uma série de barreiras para entregar o dispositivo móvel ao aluno, ele arrisca estar cometendo o crime de apropriação indébita. Além disso, está agindo com abuso de autoridade. 

A favor da medida

Por outro lado, existem advogados que defendem o direito do professor de pegar celular de aluno. De acordo com o artigo 88 da lei nº 9.394, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, cada escola tem autonomia para fazer o seu regimento interno, ou seja, estabelecer as próprias regras de convivência na sala de aula. 

Além disso, a legislação também afirma que o docente tem o dever de zelar pelo aprendizado do aluno. Portanto, se o estudante estiver usando o celular como distração e não aprendendo o conteúdo da aula, o professor adquire o direito de pegar o aparelho, desde que este tipo de punição esteja presente no regimento escolar. 

Dicas de como usar celular em aula a favor do aprendizado

O professor pode pegar celular de aluno, no entanto, esta não é a melhor atitude para estimular o aprendizado. Na maioria das vezes, proibir o uso só piorará a convivência em sala de aula. 

Sendo assim, veja algumas dicas de como usar celular em aula para contribuir com o aprendizado: 

1 - Defina regras para utilização

Caso o docente considere a utilização de celular como um bloqueio na aprendizagem, então ele deve criar regras para restringir o acesso. 

Ao invés de proibir completamente o uso do aparelho, é aconselhável estabelecer horários específicos para o uso, de modo que não atrapalhe o andamento da aula. Além disso, o celular deve servir apenas para: 

  • pesquisar assuntos relacionados à aula;

  • usar calculadora;

  • pesquisar sinônimos de palavras para fazer redação;

  • escutar músicas que melhoram a concentração durante a realização de exercícios. 

2 - Entenda por quê os alunos gostam tanto do celular

Afinal de contas, o que prende a atenção dos alunos ao celular? O professor deve conversar com os estudantes e descobrir o que eles gostam de acessar diariamente. 

Atualmente, os jovens usam muito o Tik Tok para consumir conteúdo de entretenimento. Sendo assim, o professor pode pensar em alguma atividade para desenvolver no âmbito desta rede social. 

3 - Promova atividades interativas usando o celular

Na dica anterior, citamos um exemplo de atividade interativa, mas existem muitas outras. Portanto, estude formas de inovar o ensino e aplique as novas ideias no próximo plano de aula. 

O seu objetivo deve ser tornar as aulas mais cativantes e envolventes, portanto, considere a aplicação de metodologias ativas de aprendizagem.  

4 - Simplifique o acesso à informação

A grande vantagem de usar o celular nas aulas é a facilidade para ter acesso à informação. Sendo assim, o professor pode criar um grupo de discussão no WhatsApp para compartilhar diversos materiais de estudo, como e-books, notícias, vídeos, livros e podcasts.

Os materiais, compartilhados no grupo, devem cumprir o papel de complementar o conteúdo dos livros didáticos ou apostilas. 

5 - Faça testes

Por fim, outra prática interessante que usa o celular em sala de aula é a aplicação de testes. Os professores podem preparar testes rápidos, com questões de múltipla escolha, e compartilhar com a turma para avaliar os conhecimentos adquiridos.

Wagner santos

Wagner santos

Wagner santo é CEO da www.revistademarketing.com.br
Próxima notícia

Dê sua opinião: