;

Harvard Fantasy


Óbvio que há enganação também em alguns próceres governistas pátrios quando dizem que cursaram pós-graduação na Universidade Harvard (EUA) ou em certas autoridades que desempenham a função pública a serviço da ideologia da extrema-direita. Menos a verdade, pois as grandes universidades do Primeiro-Mundo, ao contrário do que pensam alguns desavisados políticos e acadêmicos tupiniquins, primam pela excelência também no seu Departamento de Ciências Humanas e Sociais.

Pois não é só nas Ciências Econômicas, por exemplo, que atingem o seu apogeu científico para o aprimoramento do capitalismo, mas igualmente nos cursos de Sociologia, Filosofia, Pedagogia, História, Antropologia etc. E mais: direitos humanos, meio-ambiente, cultura, artes e valorização da pessoa humana são seus carros-chefes para alcançar elevado progresso político, econômico, humano e social da sociedade. É exatamente por isso que o cientista educacional brasileiro Paulo Freire não estudou na Universidade Harvard, mas foi professor em Harvard e ainda hoje Harvard estuda Paulo Freire.

Por Deusval Lacerda de Moraes 

Próxima notícia

Dê sua opinião: