Festejos de São João do Piauí


Aconteceu  os festejos juninos de São João do Piauí. Essas celebrações religiosas existem desde 1875, há 144 anos, época da conclusão da Igreja Matriz de São João Batista. Nesse período, ocorre o ápice da fé e da religiosidade da comunidade sanjoanense, que se extasia na consagração do seu venerado padroeiro e a participação ativa nos eventos da paróquia, programados pelos padres Leonízio, Lourival e Francisco Barroso. As novenas e demais atividades religiosas vão de 15 a 24 de junho. Os fiéis se enlevam num estado d’alma que vai da glorificação divina à compaixão das aflições terrenas. 

Não obstante, essas tradicionais festas juninas representam a harmônica convivência do sagrado e do profano. Na Praça Honorário Santos, no coração da cidade, barracas oferecem bebidas, comidas típicas, artesanato, brinquedos, souvenires, entre outros produtos da cultura, da arte e da culinária local. Acontecem também apresentações de bandas de música e artistas consagrados. Diante, pois, de tamanha grandiosidade sacrossanta, acorrem para São João do Piauí seus filhos que residem em outras cidades piauienses e em outros estados da federação, bem como boa parte da população vizinha, que abrilhanta com fervor incomum essas comemorações. 

No aludido festejo, a julgar pela prévia da AABB de Teresina no Vigésimo Encontro com São João Batista, que será realizado no próximo dia 18 pela Associação de Migrantes Sanjoanenses Residentes em Teresina (AMISTE), vão ser grande os festejos de São João do Piauí. A hospitalidade do sanjoanense é descantada em prosa e verso por quem, de fora, já morou ou teve passagem por lá. É sua marca registrado. Os sanjoanenses são extremamente telúricos, ou seja, amam profundamente a terra berço. Isso, talvez, seja herança da particularidade de que João Batista foi um profeta que viveu na antiga Palestina, desprovido de bens materiais, cultivando valores arraigados do povo e cultuando ardorosamente as crenças e o misticismo do seu meio, praticando o bem e pregando a vinda do Salvador, Jesus Cristo, inclusive batizando-o no rio Jordão. 

Por isso, há sempre boa acolhida na terra do poeta Adail Coelho Maia. Muitos irão de Teresina para São João do Piauí. A animação será contagiante. Isso porque se juntarão à população os emigrados e visitantes dos mais variados lugares. Os sanjoanenses têm verdadeira adoração por aqueles que gostam do seu rincão, por isso serão sempre bem recebidos e tratados. Configurando-se, assim, o que se convencionou chamar de espírito de sanjoanensidade. 

Decerto, os festejos juninos de São João do Piauí em 2019  foi um dos melhores, porque a cidade  preparou uma programação em que os participantes se encheram de fé religiosa e também se divertiram nas festas dançantes.

Próxima notícia

Dê sua opinião: