Centrais sindicais no Piauí realizaram o 1º de maio unificado


Manifestação

Manifestação Foto: Socorro Silva

Em Teresina, na manhã desta quarta (01/05), CUT-PI, CTB, INTERSINDICAL e CSP-CONLUTAS, realizaram ato unificado. A manifestação teve inicio no CSU no Parque Piauí, com atração musical, discursos contra a reforma da previdência, em seguida aconteceu a caminhada nas principais ruas do bairro.

Manifestação

Para as centrais sindicais unificadas nesse 1º de maio, esse dia foi o esquenta para a greve geral programada para o dia 14 de junho.

Manifestação

Paulo Bezerra, presidente da CUT no Piauí (Central Única dos Trabalhadores): "O ato é uma resposta ao governo de Jair Bolsonaro à medidas que só prejudica os trabalhadores e as classes mais pobres da população. Aprovaram a reforma trabalhista com o pretexto de gerar mais empregos e isso não ocorreu, pelo contrário, o desemprego só aumentou com as péssimas condições de trabalho. O objetivo do governo agora é privatizar a previdência e enriquecer banqueiros com venda de previdência privada. Não temos o que comemorar neste dia, mas aproveitamos para parabenizar aos trabalhadores e as trabalhadoras pela resistência na luta!". Disse.

O ato teve o apoio de representantes do Movimento dos Trabalhadores da Alemanha e Ação Católica Operária que declararam que a luta deles é igual a luta dos brasileiros e contra a injustiça no mundo.

Manifestação

Haverá uma plenária ampliada das centrais sindicais para discutir a greve nacional da educação e a greve geral:

Data: 06/05 na sede da CUT-PI 
Hora: 18h

Próxima notícia

Dê sua opinião: