AUDIÊNCIA

Audiência pública discute a extinção do Centro de Operação da Chesf

Movimento político dentro da estatal é apontado como um dos principais fatores


Audiência Pública em defesa do CROO da Chesf em Teresina

Audiência Pública em defesa do CROO da Chesf em Teresina Foto: Ascom CUT

Teresina, audiência aconteceu na manhã desta quinta (22), na Assembleia Legislativa, com objetivo de discutir a extinção do Centro de Operação Oeste da Chesf no Piauí, a proposição foi da deputada Flora Isabel (PT).

A audiência pública foi aberta pelo deputado Georgiano Neto (PSD), da Comissão de Energia e Mineração, que afirmou estar atendendo a pedido da deputada Flora Izabel e, apesar de achar que esse era assunto é de interesse nacional, o debate era relevante para o Piauí por envolver o esvaziamento do estado.

Autora do requerimento que convocou a audiência pública, a deputada Flora Isabel(PT) agradeceu as presenças dos deputados que atenderam a seu convite – Evaldo Gomes (PR) e  Francisco Lima(PT) – e os representantes de centrais sindicais do setor elétrico, que temem o desemprego e outros prejuízos que essa transferência traz para o Piauí.

Flora Izabel lembrou ainda que a perseguição ao Piauí vem de longe. “Na década de 80, o governo federal ameaçou transferir para o Ceará, a Chesf, Dnocs, Caixa Econômica, Banco do Brasil, Receita Federal, dentre outros. “Mas, com a mobilização das bancadas, o processo foi interrompido”, destacou Flora.

A deputada ressaltou ainda que o atual processo de transferência da Chesf começou em 2018, mas que ainda é possível revertê-lo. Flora disse ainda que o Centro de Operações da Chesf funciona há 44 anos no Piaui e é destaque nacional por sua atuação no setor de energias limpas e alternativas, como as eólicas e solar.

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Deputada Flora Isabel (PT) "Estamos juntos nessa luta".

O Sindicato dos Urbanitários vem travando uma batalha em defesa da permanência e revitalização do Centro no Piauí, por acreditar em sua importância para o desenvolvimento do Estado, pois se trata de um centro estratégico, por onde passa fluxo de energia produzida não só no Nordeste, mas em todo o país, no entanto a Diretoria de Operações da Chesf, através do seu diretor João Henrique, dá continuidade ao projeto de ataque aos trabalhadores da Chesf do Piauí e ao povo piauiense. “Esta semana teve início os treinamentos para a adequação e incorporação do CROO de Teresina para o CRON de Fortaleza, justamente na semana em que foi agendada uma discussão do assunto na Assembleia Legislativa do Piauí”, fala Francisco Marques, presidente do Sindicato.

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Francisco Marques - Presidente do SINTEPI

De acordo com o Sindicato dos Urbanitários, esse projeto é imoral e provoca nos trabalhadores dos Centros de Operação de Teresina e de Fortaleza um grande constrangimento e assédio moral, pois obriga os trabalhadores a passarem por uma situação desagradável dentro da Empresa. 

“O Sindicato, os trabalhadores da Chesf no Piauí e a sociedade manterão a Luta viva contra essa decisão imoral da diretoria da Chesf. Assim sendo, iremos permanecer mobilizados na luta pela permanência do Centro de Operação no Piauí e por sua revitalização, dado a sua grande importância para a economia do Piauí”, finaliza o presidente do Sindicato.

Com a possível extinção do CROO também serão prejudicados 20 colaboradores, tendo em vista que serão gerados esses postos de trabalho em outro estado. 

Paulo Bezerra - Presidente da CUT-PI esteve presente durante a audiência e destacou a priore o repúdio da central voltada aos parlamentares que votaram a favor da Reforma da Previdência, fortaleceu o apoio em defesa dos  trabalhadores do CROO da Chesf, e na luta doos companheiros urbanitários. O presidente da Central Paulo Bezerra, questionou o que a Estatal ganhará transferindo o Centro.

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

O Secretário de Comunicação do Sindicato dos Urbanitários fez uma breve avaliação da história do CROO da Chesf, demonstrando a sua preocupação com os trabalhadores, e com as possíveis perdas que o estado do Piauí vai ter em caso de exntinção desse centro de operações. 

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Herbertt Marinho -  Fez uma retrospectiva e lembrou que a transferência já é discutida em nível nacional desde 2017. “Nós já fizemos reuniões e análises apresentadas em nível nacional onde mostramos que o centros de operações são responsáveis por um bloco de energia do Estado e nós não podemos perdê-lo”, disse.

O deputado Francisco Lima (PT), líder do Governo na Alepi, também participou da audiência e questionou o que chamou de “desmonte" do Governo Federal e pediu que comunicados sejam enviados a entidades federais, para que possam ajudar a impedir essa transferência.

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI 

O ex-diretor da Chesf, Mozart Bandeira, falou sobre o papel e a importância da permanência do Centro de Operações no Piauí. “A Chesf é responsável por monitorar todo o sistema de energia do Estado. Se ocorre um apagão no Piauí, vamos ter que ligar pro Ceará para saber o que aconteceu?”, questionou

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

Raimundo Lucena, presidente da Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste ofereceu o apoio da entidade à causa.

SOCORRO SILVA-CUT-PISocorro Silva-CUT-PI

O QUE QUEREMOS?

- Que o CROO não saia do estado do Piauí que será uma perda muito grande para o nosso estado;

- A aquisição de um Novo Vídeo-Wall, posto que o atual está queimado;

- Solicitamos que a Chesf retorne com a política de manutenção para CROO; deixando em dias todos os seus equipamentos, como também a aquisição de novos equipamentos/computadores;

- Que a Chesf invista no CROO

Histórico e Funcionalidades

O Piauí possui em Teresina, desde 1975, o Centro Regional de Operação de Sistema Oeste – CROO, órgão da Chesf, que é responsável pela Operação eletro energética de toda a área do estado, parte do Ceará e parte do Maranhão.

Ao todo são 10 Subestações localizadas nos municípios de Teresina (3), Piripiri (1), Picos (1), São João do Piauí (1), Eliseu Martins (1), Guadalupe (2) e uma em Tianguá (CE) além desses temos a Usina Hidrelétrica de Boa Esperança no Piauí.

O CROO é o órgão responsável por recompor cargas de consumidores residenciais, industriais, hospitalares e outros, em toda a sua área de atuação acima descrita, com excelência reconhecida inclusive por Órgãos externos como o NOS (Operador Nacional do Sistema), ED-PI (Eletrobrás Distribuição do Piauí) e CEMAR (Centrais Elétricas do Maranhão), com a conquista por 02 anos consecutivos dos melhores indicadores de operação na Chesf.

Um Centro de Operação de Sistema eletro energético é uma fonte inesgotável de possibilidades de desenvolvimento de tecnologias para a operação de Sistema elétrico, de compartilhamento de conhecimentos e experiências com outros Agentes do Sistema Elétrico, e também com os docentes e discentes dos cursos de Engenharia Elétrica das diversas Faculdades públicas e particulares, onde esses últimos podem conhecer de perto e em loco, a Operação de Sistema Elétrico de Potência.

Executivo - Ao final da audiência pública, a deputada Flora Izabel (PT) adiantou que vai elaborar um documento, a ser enviado ao Ministério de Minas e Energias, aos deputados federais, senadores e ao governador do Estado Wellington Dias, com quem pretende conversar  para que a transferência do Centro de Operações para Fortaleza seja cancelada. “Estamos otimistas, mas as medidas precisam ser tomadas o quanto antes para que essa transferência não aconteça. O Centro de Operações da Chesf é muito importante para o estado”, disse a deputada Flora Izabel.

Fonte: Ascom CUT

Próxima notícia

Dê sua opinião: