CRÔNICAS DO BRANDÃO

A confiança

E nós isoladamente já tentamos prescrutar a nossa própria individualidade?


Confiança

Confiança Foto: Divulgação

 Na nossa vida, ao interagir-nos com nossos semelhantes é natural que, com a convivência iremos descobrir qualidades e defeitos muitos dos quais se apresentam exteriormente e outros que não se manifestam, permanecendo ocultos! 

E nós isoladamente já tentamos prescrutar a nossa própria individualidade? Ou só queremos reprovar os defeitos alheios? Não esqueçamos que somos portadores de muitos defeitos e também de virtudes que se encontram latentes dentro de nós, esperando o momento de aflorarem de acordo com as circunstâncias momentâneas! 

A generosidade, a benevolência, o espírito participativo têm que se somar a CONFIANÇA, que exprime o “ conceito positivo que se tem a alguém como qualidade superior ao senso comum, com desejo de segurança, um repositório de excelsos sentimentos”.

Ame seu cachorrinho

A bajulação

 A pessoa confiável exprime uma das mais puras qualidades somada a tantas outras que devem complementar a essencialidade da alma humana.  O indivíduo inconfiável tem dentro de si a monstruosidade mais primária, ele exerce o jogo constante da imperfeição sem caracteres da impavidez da sã consciência.

 Nos animais, a confiança é algo inconsciente, de natureza instintiva, isto é perfeitamente factível comprovado em nossas relações com os seres inferiores. 

Entre nós humanos, a confiança é consciente e voluntária, daí porque temos que nos ater a bondade e lealdade incontestáveis por qual pessoa deveremos confiar, mas doutra parte,  ficaremos sempre à espreita, mesmo que esses elementos se tornem presentes, porque muitas das vezes o excesso de confiança nos deixa bater “com a cara na parede”, como se diz vulgarmente!


Não esqueçamos que temos a auto confiança que nada mais é do que a crença em nossas habilidades, muito importante para o nosso “ego”, ajudando-nos ao sucesso na vida profissional e porque não dizer, pessoal. A primeira, a confiança , é a nossa capacidade , o nosso próprio potencial entre as relações intersociais , enquanto a auto -confiança é acreditarmos em si mesmos na sua dignidade e poder!

Portanto, se afaste de pessoas negativas, com atitudes refratárias, porque elas expelem a carga que destrói a confiança e ascende tentáculos mórbidos a sua personalidade! Para você conquistar a confiabilidade intersocial ou pessoal, cerque-se de pessoas habilidosas, de atitudes contagiantes, alegres, que possam expargir atitudes nobres . Existem frases interessantes sobre este tema , vejamos algumas :  “Livre-se de pessoas que tem um problema pra cada solução “; “ CONFIAR não é saber tudo sobre alguém. E  não precisar saber “.
“Perdoe os outros não porque eles merecem perdão , mas porque você merece paz!”
“Provoca quem sabe, resiste quem consegue!” Portanto, amigos, procure sempre separar o joio do trigo, aparentemente são iguais, mas ceifas diferentes... não se engane com o primeiro olhar, mas também não perca sua crença nas pessoas , saiba sempre manejar sua inteligência no sentido da atração positiva, CONFIANDO, mas não nos extremos, de quem não merece a acolhida de seu coração ! Des BRANDAO DE CARVALHO. PIRACURUCA 18.03.21

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Desembargador Brandão de Carvalho

Desembargador Brandão de Carvalho

Brandão de Carvalho é escritor da Academia de Letras Jurídicas do Piauí e desembargador do Tribunal de Justiça do Estado.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete