SAUDE

SESAPI apresenta primeiros resultados do programa de rede de cuidados do ACV e infarto

O serviço das Linhas de Cuidados para Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e Acidente Vascular Cerebral (AVC) já foi implantado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).


Evento

Evento Foto: Divulgação

A equipe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) apresentou, nesta terça-feira (29), os resultados do Programa da Rede de Cuidado do AVC, em solenidade no Palácio de Karnak. O serviço das Linhas de Cuidados para Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) e Acidente Vascular Cerebral (AVC) já foi implantado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda).

Na estratégia, os profissionais de saúde são capacitados a identificar os sinais clássicos do AVC e também a utilizar o aplicativo de comunicação chamado “Join” que oferece suporte ao diagnóstico e estratégia terapêutica.

O coordenador da linha de cuidado do AVC no Piauí, Romilto Pacheco, explica que o projeto na dimensão que está sendo executado no Piauí é o primeiro no país, integrando todas as regionais do estado. “Esse projeto não é de agora, ele foi pensado muitos anos antes. o fato é que ele se assenta em parcerias do ministério da saúde que visam a habilitação e que o piauí está enfrentando em termos dimensionais uma amplitude estadual, é a primeira do país, porque os hospitais que deram certo se restringem a cidades e microrregiões e não em estados que têm territórios de tamanhos de nações. Além de pioneira, é desafiador, são as duas doenças que mais matam no Piauí e no brasil, então essa sensibilidade de iniciar as linhas de cuidado preveem o tratamento não só preventivo, que é o mais eficaz, mas também o agudo com medicação disponível em todas as regionais e o “mais”, é o treinamento do pessoal”, explica.

O secretário de Saúde, Neris Junior, fala que a implantação e aprimoramento de todo o sistema de saúde é algo contínuo, com a previsão de instalação do programa em mais 6 hospitais até o fim de dezembro. “A maior contribuição que vemos aqui é salvar vidas, atendimento rápido de pacientes acometidos com AVC quanto infarto, é de suma importância tanto para diminuição das sequelas como para salvar vidas. Nós estamos presentes em diversas unidades hospitalares e estamos com mais de mil profissionais capacitados. Implantamos em aproximadamente em 8 hospitais e está planejado a implantação em mais 6 hospitais até o fim de dezembro”, relatou o secretário.

A governadora Regina Sousa recebeu com entusiasmo os números apresentados pela SESAPI, ressaltando a velocidade no atendimento em um programa lançado em tão pouco tempo. “Esse programa foi lançado em setembro e começou com resultados fantásticos, foi um tempo recorde para se organizar porque foi muito bem planejado, não perdemos vidas. Então um programa que dá conta do estado inteiro, uma rede de cuidado que dá o atendimento na hora certa, porque a demora no atendimento das pessoas que são acometidas com essas doenças é o que mais causa as mortes. A saúde só funciona se existir uma rede de solidariedade na rede de saúde, o SUS é o melhor arcabouço de política pública do mundo e precisa solucionar lacunas como esse programa”, comemorou Regina.

Veja também:

Casos de Covid-19 aumentam 247% em Teresina e COE faz alerta

Regina Sousa assina novo decreto que obriga o uso de máscaras em locais fechados no Piauí

Teresina abre dois novos pontos de drive thru para vacinação contra a Covid

Próxima notícia

Dê sua opinião: