PANDEMIA

Programa Busca Ativa se torna grande aliado no combate da Covid-19 no Piauí

Graças ao programa é possível identificar e tratar infectados na fase inicial, evitando a propagação da doença


Programa Busca Ativa

Programa Busca Ativa Foto: Arquivo/Dilia Falcão

O programa Busca Ativa, uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) com os municípios, tem sido forte aliado no combate da pandemia do novo coronavírus no Piauí. Isso porque graças ao programa, é possível acompanhar de perto os casos positivos de Covid-19 e evitar que haja um colapso no sistema de saúde. O Busca Ativa já está presente em 213 municípios piauienses.

A Gerente de Atenção Básica SESAPI, Dra. Dilia Falcão, explica que o objetivo do programa é identificar pessoas infectadas pelo novo coronavírus, realizar o tratamento precoce dos pacientes e evitar a propagação do vírus nos municípios. 

"A gente procura rastrear o mais rápido possível casos de coronavírus e promover o isolamento social. Se o membro de uma família foi infectado, nossas equipes se dirigem até a residência dessa família e realiza o teste nos demais moradores da casa, orienta, faz o diagnóstico e tratamento precoce. Isso é importante porque as pessoas infectadas são orientadas a cumprir o isolamento e assim evita transmitir o vírus para outras pessoas. A gente faz o monitoramento do infectado e se por acaso esse não evoluir bem, ele é orientado a se dirigir a uma unidade de saúde para prosseguir o tratamento", diz Dilia Falcão.

Dra. Dilia Falcão, Gerente do Busca Ativa

"A gente procura rastrear o mais rápido possível casos de coronavírus. Se o membro de uma família foi infectado, nossas equipes se dirigem até a residência dessa família e realiza o teste nos demais moradores da casa, orienta, faz o diagnóstico e tratamento precoce. Isso é importante porque as pessoas infectadas são orientadas a cumprir o isolamento e assim evita transmitir o vírus para outras pessoas. A gente faz o monitoramento do infectado e se por acaso esse não evoluir bem, ele é orientado a se dirigir a uma unidade de saúde para prosseguir o tratamento", diz Dilia Falcão.Dra. Dilia Falcão, Gerente do Busca Ativa

O programa que consiste na utilização do aplicativo Monitora Covid, combinado com telefonemas para monitorar os sintomas de pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19. As equipes de saúde realizam visitas domiciliares para verificar os níveis de oxigênio e testar familiares, mesmo que assintomáticos. O monitoramento é realizado por profissionais do projeto Saúde da Família, composto por médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem. 

O programa busca ativa também promove um controle da doença em cada território, fazendo com que seja realizado um trabalho ainda mais rápido de prevenção, o que diminui a propagação do novo coronavírus no município.

Famílias realizam testes rápidos para Covid-19

O Busca Ativa teve início há 40 dias e por meio dele, os municípios assinam um termo de adesão e passam a receber da Sesapi os testes rápidos e equipamentos de proteção individual (EPIs) que serão entregues para as equipes do Programa Saúde da Família. Até o momento, mais de 40 mil testes já foram distribuídos.

Dra. Dilia Falcão faz um apelo para as cidades que ainda não aderiram ao programa. "Todos os municípios precisam aderir o Busca Ativa para terem total liberdade de reforçar o combate da Covid-19 e assim evitar mais cedo a proliferação da doença. A Forma como se trabalha o Busca Ativa se tornou a melhor referência que existe para combater o coronavírus", ressalta. 


Próxima notícia

Dê sua opinião: