PROVIDÊNCIAS

MP pede que Sesapi realize reforma na instalação elétrica no HEDA após incêndio

No início da semana, houve princípio de incêndio na UTI Covid do hospital


Hospital Regional Dirceu Arcoverde, em Parnaíba

Hospital Regional Dirceu Arcoverde, em Parnaíba Foto: Reprodução

Após o principio de incêndio ocorrido na ala Covid do Hospital Regional Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, o Ministério Público do Piaui (MPPI) enviou um ofício para o secretário de Saúde, Florentino Neto, solicitando a adoção de providências urgentes para a reforma de toda a parte elétrica do hospital. O documento é assinado pelo promotor de Justiça Antenor Filgueiras, coordenador do Grupo Regional de Parnaíba.

O princípio de incêndio foi registrado na terça-feira (14), atingido a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinada aos pacientes com Covid-19.Os pacientes foram transferidos para outros setores às pressas. Ninguém ficou ferido.

O membro do Ministério Público do Piauí estabeleceu o prazo de 10 dias para que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) encaminhe informações sobre as providências adotadas para cumprir a orientação dada pela instituição. O ofício faz parte do procedimento administrativo instaurado pelo Grupo Regional de Parnaíba para acompanhar a abertura de leitos hospitalares para atender a demanda decorrente da Covid-19 no HEDA.

Próxima notícia

Dê sua opinião: