ELEIÇÕES 2020

Prefeito de Pedro Laurentino é multado duas vezes por propaganda eleitoral antecipada

A multa total é no valor de R$ 15 mil, sendo a primeira foi de R$ 5 mil e a segunda de R$ 15 mil


Prefeito Leo Leite, de Pedro Laurentino

Prefeito Leo Leite, de Pedro Laurentino Foto: Arquivo

O prefeito do município de Pedro Laurentino, Leôncio Leite de Sousa, mais conhecido como Leo Leite (PP) foi multado duas vezes pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por fazer propaganda eleitoral antecipada. Leo Leite tenta reeleição e foi condenada pelo Juiz Eleitoral Felipe Bacelar Aguiar Carvalho, da 69ª Zona Eleitoral, a pagar uma multa no valor de R$ 15 mil.

Na primeira sentença, Leo Leite foi multado em R$ 5 mil e na segunda a multa foi fixada em R$ 10 mil. No processo, o juiz relata que secretária municipal de Pedro Laurentino, Claudilene Coelho Reis Sá, mais uma vez divulgou por meio de sua conta no whatsapp, através do status do aplicativo, vídeo sobre a candidatura de Leo Leite, que configura propaganda eleitoral antecipada já que ocorreu antes do dia 27 de setembro. 

Ciro Nogueira com o prefeito de Pedro Laurentino 

O juiz alegou que não há no processo evidências de que a propaganda irregular divulgada tenha gerado grande desequilíbrio no período preparatório das eleições que se avizinham, porém, é a segunda vez que a propaganda foi divulgada, de modo semelhante.

"Assim, entendo que a multa a ser aplicada ao representado deve ser fixada em patamar majorado, qual seja, R$ 10.000,00 (dez mil reais). Dessa forma, a presente demanda dever ser julgada procedente parcialmente para atingir apenas o representado, única parte inserida no polo passivo, a fim de que seja resguardado o equilíbrio da disputa eleitoral do pleito vindouro", diz trecho da decisão.

O Piauíhoje.com não conseguiu conversar com o prefeito Leo Leite.

Confira a última sentença!

Próxima notícia

Dê sua opinião: