PANDEMIA

"Não haverá leitos ou profissionais suficientes se o Coronavírus se propagar", diz WD

Piauí decreta calamidade e endurece medidas para conter avanço do Coronavírus


Coletiva de imprensa onde Wellington Dias apresentou novas ações para controle do Coronavírus no Piauí

Coletiva de imprensa onde Wellington Dias apresentou novas ações para controle do Coronavírus no Piauí Foto: Piauihoje.com

O Governo do Piauí apresentou nesta quinta-feira (19) medidas mais duras para conter a disseminação do Coronavírus no estado. Até o momento não há nenhum caso confirmado da doença no Piauí, entretanto o estado segue investigando mais de 90 suspeitos. 

O Governador Wellington Dias esteve reunido no Palácio de Karnak com o prefeito de Teresina, Firmino Filho; o prefeito de Timon, Luciano Leitoa e o presidente da Associação dos Municípios Piauienses (APPM), Jonas Moura e durante coletiva de imprensa alertou que se houver aumento dos casos do Covid 19, a rede de saúde do Estado e das prefeituras municipais pode entrar em colapso.

"Se houver uma propagação sem controle [do Covid 19], não haverá profissionais, não haverá leitos suficientes e é em nome disso que todos nós, com aquilo que a Ciência conhece, estamos adotando essas medidas, quero pedir da população essa compreensão", alarmou.

As medidas voltadas a setores como comércio, trânsito, ao fechamento das entradas do Piauí e outras ações serão adotadas após decreto que deve ser votado pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) ainda nesta quinta-feira.

“Estamos fazendo nova etapa de medidas mais fortes do que já tínhamos feito antes, estamos determinando que sejam suspenso todo e qualquer evento, seja na área esportiva, cultural, de teatro, cinema, eventos particulares, inclusive, estamos trabalhando nesse decreto também determinando o não funcionamento de bares, restaurantes e shoppings”, disse o governador.

Um trabalho conjunto envolvendo Guarda Municipal, Polícias Civil e Militar e ainda Exército vão atuar em mais de 200 barreiras territoriais piauienses. "Vamos colocar total controle em todas as entradas do Estado e nesse aspecto, vamos trabalhar para preparar equipes para isso, vamos trabalhar com PM, Exército, Guardas Municipais e Polícia Civil para que possamos ter controle nas entradas do Estado, com isso a gente quer garantir medidas de prevenção", explicou Dias.

Na capital, os coletivos devem funcionar apenas nos horários de picos. "Destaco ainda a medida de que será apresentado um plano do que são as atividades essenciais, e atividades de transporte funcionando apenas nos horários de pico, ou seja, na manhã, meio dia e no final do dia", pontuou.

Wellington Dias ressaltou o sentimento de união entre os políticos piauienses nesse momento de enfrentamento da pandemia do Coronavírus. "Vivemos um ano de eleição, embora seja incerto o que vai acontecer para a frente, quero realçar a presença do prefeito Firmino, do prefeito Luciano Leitoa, do prefeito Jonas Moura, isso mostra a necessidade de maturidade política em todos os municípios, independente de quem é governo de quem é oposição, temos mais de três milhões de pessoas para cuidar", ressaltou.

Matérias relacionadas

“Prevenir para que nossa Saúde que não é de 1º mundo possa resistir ao Covid 19”, diz Firmino Filho

Próxima notícia

Dê sua opinião: