PANDEMIA

Governadores do Nordeste unificam ações para enfrentar o coronavírus

A maioria das ações de isolamento social é criticada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e considerada por ele um exagero


Governador Wellington Dias

Governador Wellington Dias Foto: Divulgação

Os nove governadores da região Nordeste decidiram padronizar as ações de contenção ao alastramento do coronavírus e criaram grupos de trabalho com secretários estaduais de Saúde e da Fazenda.

A maioria das ações de isolamento social é criticada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e considerada por ele um exagero, uma “histeria”. O presidente e governadores do Nordeste e Norte têm reuniões separadas, por videoconferência, marcadas para esta segunda-feira (23).

Na sexta-feira (20), dois dias depois de o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criar um atrito diplomático com a China, os governadores nordestinos pediram ao país asiático ajuda com materiais para conter a doença. Os estados firmaram uma parceria para o repasse de equipamentos de proteção individual, como máscara. O governo da Bahia, por exemplo, forneceu esses equipamentos ao Piauí e outros estados.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), detalhou ao Congresso em Foco Premium as ações unificadas tomadas no Nordeste. “Ativamos a Câmara Técnica de Saúde e medidas uniformes, como barreiras conjunta nos estados e em parceria com municípios para regra de isolamento social para quem chega no estado. Equipe de recepção com procedimento comum e isolamento social no município do destino. Câmara Técnica para Economia com secretários da Fazenda, para decisões mais uniformes. E uma Câmara Técnica Social e de Segurança para as medidas de proteção às pessoas mais vulneráveis”, explicou Wellington Dias.

Fonte: Congresso em Foco

Próxima notícia

Dê sua opinião: