IMUNIZAÇÃO

Governador anuncia que Brasil vai receber 10 milhões de vacinas da Índia

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o laboratório responsável pelo desenvolvimento da vacina AstraZeneca darão continuidade ao plano nacional de vacinação.


Anvisa autoriza uso emergencial e temporário de vacina contra covid-19

Anvisa autoriza uso emergencial e temporário de vacina contra covid-19 Foto: Reuters

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias (PT), anunciou, n segunda-feira (25), em nome do Fórum dos Governadores, que o Brasil receberá da Índia, até o início de fevereiro, mais dez milhões de vacinas contra a Covid-19. 

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o laboratório responsável pelo desenvolvimento da vacina AstraZeneca darão continuidade ao plano nacional de vacinação.

“Compreendemos que essa vitória da diplomacia entre o governo central brasileiro e o governo central indiano é o caminho para mais vacinas, também com a Rússia e com o Reino Unido, para assegurar a aquisição do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) e ampliar a produção de vacinas pela Fiocruz”, finalizou Wellington.

VEJA TAMBÉM:

De olho em 2022, aliados do governo defendem taxar mais ricos por novo Auxílio Emergencial

Sindicato defende “lockdown” no comércio no período de carnaval

Wellington anunciou ainda que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aceitou iniciar a apreciação da vacina Sputnik V, da União Química. “Com a apreciação teremos três laboratórios com capacidade de produzir três vacinas no Brasil, a Sinovac do Instituto Butantan, AstraZeneca da Fiocruz e agora a vacina da Rússia”, comentou Dias.

Próxima notícia

Dê sua opinião: