CRIME VIRTUAL

Celular do senador Marcelo Castro é clonado por golpistas

Assessoria do senador pede que desconsiderem mensagens ou ligações feitas pelo número antigo


Senador Marcelo Castro

Senador Marcelo Castro Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

A assessoria de comunicação do senador Marcelo Castro (MDB) esclareceu nesta segunda-feira (25) que o contato de telefone/whatsapp do político foi clonado. O parlamentar soube do golpe ao receber informações de amigos e familiares que receberam conteúdo estranho compartilhado pelo número que o piauiense usava. 

O aplicativo de comunicação começou a apresentar problemas ainda ontem (24). A Polícia Civil foi acionada e irá investigar o caso. O senador pede que desconsiderem qualquer mensagem ou ligações feitas pelo número antigo. 

NOTA

Informamos a todos da imprensa que o telefone/WhatsApp do Senador Marcelo Castro foi clonado. Obtivemos informações de familiares e amigos que receberam mensagens não enviadas pelo senador, mas provavelmente por invasores. Pedimos que ajudem a divulgar a informação e que suspeitem de qualquer contato (mensagens ou até ligações) feitas do antigo número. Já estamos tomando as devidas providências e as autoridades policiais farão a investigação do caso.


De acordo com o site TechTudo, especializado em tecnologia, "golpes que envolvem WhatsApp clonado são cada vez mais comuns, e bandidos utilizam diferentes métodos para invadir contas no mensageiro para Android e iPhone (iOS). Um dos procedimentos mais usados pelos criminosos consiste em acessar ilegalmente as conversas da vítima e se passar por ela para pedir dinheiro a parentes e amigos, que são instruídos a fazer depósitos em contas de terceiros".

Matéria relacionada

Golpe envolvendo Miguel Rosal já aconteceu com vereadores e deputados do Piauí

Próxima notícia

Dê sua opinião: