ESCOLHA

Candidatos da lista tríplice para o cargo de defensor geral é divulgada pela defensoria

A eleição da lista tríplice será realizada no dia 24 de fevereiro, das 8h às 15h, conduzida por uma comissão eleitoral.


Defensoria Pública

Defensoria Pública Foto: Divulgação

A Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE) publicou a relação das inscrições deferidas para a formação da lista tríplice para o cargo de defensor(a)  público(a) geral, para o biênio 2023-2025. A relação se encontra publicada na edição nº 17/Suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE), datada de 20 de janeiro de 2023.

Estão deferidas as inscrições abaixo relacionadas em ordem alfabética:

Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior
Ivanovick Feitosa Dias Pinheiro
João Batista Viana do Lago Neto
Marcelo Moita Pierot

Ao deferir as inscrições, a comissão eleitoral considerou que o processo tramitou em total transparência e regularidade e que os(as) inscritos(as) cumpriram com as exigências previstas no edital CSDPE nº 02/2022, de 14 de dezembro de 2022 e resolução CSDPE nº 36/2012.

A eleição da lista tríplice será realizada na modalidade remota, no dia 24 de fevereiro de 2023, das 8h às 15h, sendo conduzida pela comissão eleitoral definida pelo Conselho Superior da Defensoria, durante sua 182ª sessão ordinária, realizada no dia 14 de dezembro de 2022, tendo na presidência a defensora pública Sarah Vieira Miranda; o defensor público Dárcio Rufino de Holanda, na vice-presidência, e a defensora pública Germana Melo Bezerra Diógenes Pessoa, como secretária. A comissão tem ainda, como suplente,  o defensor público Sílvio César Queiroz Costa.

Todos os trâmites para o processo de formação da lista tríplice constam no edital CSDPE nº 02/2022, que pode ser conferido no site da instituição: www.defensoria.pi.def.br

TSE dá prazo de 5 dias para Bolsonaro se manifestar sobre atos golpistas

Comandante do Exército perdeu posto por ter impedido prisão de golpistas, diz colunista

Lideranças dos Povos de Terreiros do Piauí se filiam ao PT em Teresina

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: